Dólar Em alta
5,262
16 de abril de 2024
terça-feira, 16 de abril de 2024

Vitória
26ºC

Dólar Em alta
5,262

Espírito Santo decreta emergência por dengue

O Espírito Santo entrou em emergência por dengue. Um decreto foi assinado agora de manhã pelo governador, Renato Casagrande, e será publicado no Diário Oficial de quinta-feira (22).

Casagrande fez o anuncio e assinou o decreto durante a reunião de acompanhamento da situação de dengue no Espírito Santo. Até este momento do ano, o Estado tem quase 20 mil casos da doença e duas mortes, uma em Laranja da Terra e outra em Linhares.

Segundo Casagrande, as primeiras Semanas Epidemiológicas (SE) de janeiro de 2024 foram melhores que as de 2023. Mas houve uma piora e a situação ficou mais grave, especialmente na última semana de fevereiro, com mais notificações e confirmações da doença. Veja:

Espírito Santo decreta emergência por dengue
Fonte: Sesa-ES

“Números superiores a 2023. A situação também é muito delicada nos estados vizinhos, como Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro, e em diversos estados do Brasil. Conversamos com a Defesa Civil, a Secretária de Saúde e vamos decretar hoje situação de emergência, para facilitar nossa ação na aquisição de materiais, repasse de recursos quando necessários e dar aos municípios a possibilidade de tomar medidas de forma mais flexível”.

Uma sala de situação está montada na Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) para acompanhar a situação da dengue e também de outras arboviroses (chikungunya e zika) e orientou que os municípios também montem as suas.

Na terça (20) foi montada, no Corpo de Bombeiros, um Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), em conjunto com a Defesa Civil, para avançar nas medidas necessárias a serem estabelecidas neste momento.

“Poe enquanto temos aqui a dengue tipos 1 e 2. Em diversos estados já temos identificada os tipos 3 e 4. Aqui no ES não temos. Quem já teve a 1 e 2 pode ser infectado pela 3 e 4”, explicou o governador.

O Subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Orlei Amaral Cardoso, explicou que isso significa que nós podemos pegar dengue até quatro vezes e criamos imunidade permanente para determinado sorotipos.

Por aqui circulam o 1 e o sorotipo 2, que foi detectado no Espírito Santo em fevereiro do ano passado. “Então ainda temos bastante pessoas suscetíveis. Tivemos quase 200 mil casos notificações em 2023 e o 3 e 4 estão nos estados vizinhos. Mais próximos temos Caratinga, em MG, com transporte de lá para Guarapari. A porta de entrada fica cada vez mais próxima”, disse.

O governo federal repassou R$ 1 milhão para ajudar os municípios capixabas. Esse dinheiro ainda será complementado para montagem de salas de hidratação, necessárias para quem chega nas unidades de saúde com a doença.

O governador lembrou que 80% dos focos de dengue estão dentro das casas. Por isso é necessário tomar os cuidados necessários.

O país tem, atualmente, 113 mortes por dengue, 438 óbitos em investigação, incidência de 321,9 casos por 100 mil habitantes e possibilidade de 653.656 novos casos. Nesse cenário nacional, o Espírito Santo ocupa o 6º lugar dos maiores coeficientes (510).

O coeficiente de incidência, acima de 300 por 100 mil, é considerado alto. Ou seja, o Espírito Santo está com incidência maior que a nacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas