Dólar Em baixa
5,243
19 de abril de 2024
sexta-feira, 19 de abril de 2024
Maria Tereza Samora
Maria Tereza Samora
Especialista em performance cognitiva emocional. Psicopedagoga clínica, neuromodulação, mentora de vestibulandos, educadora parental, mãe, palestrante, empreendedora e escritora.

Exposição infantil nas redes sociais: limites e responsabilidades dos pais

As redes sociais tornaram-se uma parte integrante de nossas vidas, permitindo-nos compartilhar momentos preciosos, conectar-nos com outras pessoas e expressar nossas opiniões. No entanto, o uso dessas plataformas também levanta questões importantes sobre a privacidade e a segurança, especialmente quando se trata da exposição de crianças.

Uma preocupação crescente é a tendência de alguns pais de expor excessivamente seus filhos nas redes sociais, muitas vezes em busca de curtidas e seguidores. Essa exposição, para entrar na tendência do momento, muitas vezes envolve realizar brincadeiras humilhantes e prejudiciais em nome da “diversão”.

Um exemplo preocupante dessa prática é a tendência de alguns pais filmarem seus filhos enquanto realizam brincadeiras constrangedoras, como quebrar ovos no rosto da criança e filmar suas reações para entretenimento online. Além disso, há casos em que os pais incentivam os filhos a proferirem palavras ofensivas ou xingamentos diante das câmeras, tudo em busca de likes e visualizações.

Essas práticas levantam questões éticas e de segurança. Expor crianças dessa maneira pode ter impactos negativos em seu bem-estar emocional e mental, além de violar sua privacidade e dignidade.

Somos espelhos de nossos filhos, nossas atitudes vão refletir no comportamento deles. Precisamos ser coerentes com o que falamos e fazemos. Como pais e responsáveis, é essencial refletirmos sobre o impacto de nossas ações nas redes sociais e estabelecermos limites saudáveis para a exposição de nossos filhos. Devemos priorizar o bem-estar e a segurança das crianças acima de qualquer desejo por popularidade ou reconhecimento nas redes sociais.

É inadmissível que as pessoas que deveriam proteger façam ao contrário. Toda criança é um sujeito de direito e merece ser respeitada. Esperamos que os pais que estão agindo assim possam refletir e perceber o quanto estão humilhando seus filhos por likes.

Maria Tereza Samora
Maria Tereza Samora
Especialista em performance cognitiva emocional. Psicopedagoga clínica, neuromodulação, mentora de vestibulandos, educadora parental, mãe, palestrante, empreendedora e escritora.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas