Dólar Em alta
5,355
13 de junho de 2024
quinta-feira, 13 de junho de 2024
Vitória
24ºC
Dólar Em alta
5,355

Chora, fotoxopi

Um dos perfis mais incríveis que descobri nos últimos tempos foi o do artista visual Filipe Grimaldi (@flilipegrimaldi). Ele é professor, letrista e tem um trabalho todo dedicado a estudar e analisar tipologias inspiradas na cultura popular brasileira. Ou seja, as letras e elementos gráficos que pintam a arte urbana, nordestina e tantas outras regionais que se alastram pelo Brasil adentro. Expressões artísticas cheias de cores, histórias e elementos da cultura do nosso país.

Nos seus vídeos, Grimaldi usa o formato de “react”, em que aparece no primeiro plano comentado outros vídeos, para mostrar o trabalho de artistas que nós brasileiros muitas vezes não aprendemos a valorizar.

Assim vamos conhecendo o trabalho de ilustradores, grafiteiros, cartazistas e artesãos que criam a face mais original e legítima que tem a arte popular do Brasil. Letras e elementos visuais que dão expressão e vida aos barcos de pesca, às frases de para-choques de caminhão, aos logotipos de chup-chup das nossas infâncias ou dos carrinhos de milho das praias.

Com os detalhes que só um outro artista poderia apontar, Filipe vai revelando as técnicas, pincéis, truques e detalhes da produção de artistas visuais. Com a simpatia de um comunicador leve e divertido, enaltece esse trabalho com adjetivos próprios (“É muito esmero e manualidade”) e encerra seus vídeos com um bordão que desdenha do principal software de manipulação de imagens do mercado: “Chora, fotoxopi”.

O resultado é um perfil que oferece “puro deleite” (outra expressão muito usada pelo artista e influenciador) e, principalmente, que tem papel fundamental na formação de designers, artistas e artesãos brasileiros. Afinal, muitas vezes somos levados a acreditar que a moda e a arte que interessam só nascem na Europa e nos países ricos. Com Filipe Grimaldi, aprendemos a enxergar ainda mais a beleza e a técnica que nascem da essência do Brasil.

Mas quero chamar atenção para outro ponto no perfil deste artista que também acredito que deve ser celebrado. Em tempos de inteligência artificial e da mecanização de tantas coisas que nos cercam em nossas vidas, me alegra saber que existem pessoas e um grande público que admira e valoriza o que é artesanal, manual e único.

Ver Filipe Grimaldi usar a tecnologia e as redes com maestria para enaltecer principalmente a essência das nossas culturas e das nossas pessoas é ver o sucesso de um artista que valoriza a “inteligência natural” brasileira. Isso nos dá esperanças de que sempre haverá espaço – ouso dizer que os melhores espaços – para quem não se rende à mecanização da vida. Ou, ainda, que uma das grandes vantagens do mundo múltiplo e fragmentado das redes sociais é a capacidade de ideias e valores como o moderno e o tradicional coexistirem. Que continue sendo assim.

Helio Gualberto Neto
Helio Gualberto Neto
Helio Gualberto Neto é publicitário, designer estratégico e sócio da Persona. Escreve sobre comunicação e comportamento.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas