O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, deixou claro nesta quinta-feira que seu país não assinará um acordo revisado do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) com uma cláusula de caducidade. O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem defendido a inclusão dessa cláusula, que daria o direito a alguma das partes de abrir uma renegociação após cinco anos.

Nesse tipo de estrutura, “seria difícil imaginar muitos interessados em fazer um investimento de cinco anos no Canadá”, disse Trump durante evento do Clube Econômico de Nova York.

Trudeau comentou que as negociações do Nafta caminham de modo positivo. Segundo ele, há um amplo consenso em relação ao setor automotivo. O premiê não quis, porém, falar sobre prazos para a conclusão do diálogo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *