Foto: Divulgação/Sesp
Foto: Divulgação/Sesp

Policiais do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc) cumpriram mandado de busca e apreensão na tarde desta segunda-feira (05), na terceira fase da Operação Lama Cirúrgica. O alvo dos policiais foi a empresa Comercial Costa Gomes Ltda, localizada no bairro Jardim América, em Cariacica.

Ninguém foi preso, mas os policiais recolheram no local materiais cirúrgicos que deveriam ter sido descartados após utilização, mas estavam armazenados na empresa e passarão a ser objeto da investigação. Também foram coletados documentos digitais no servidor da empresa.

Leia também:
Operação Lama Cirúrgica: material descartável hospitalar foi reutilizado mais de 2,5 mil vezes na GV
Operação Lama Cirúrgica apreende materiais usados em cirurgias ortopédicas

A Operação Lama Cirúrgica continua investigando empresas envolvidas em esquemas de comercialização de material reprocessado de forma irregular. A prática, condenada pela Anvisa, já apontou crimes de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e adulteração de produto destinado a fins medicinais.

Até o momento três pessoas foram presas, uma pessoa está sob restrições judiciais e segue colaborando com as investigações. O envolvimento de médicos no esquema não está descartado. No entanto, até a ocasião as investigações apontam que os hospitais particulares, alvos das quadrilhas, planos de saúde e pacientes são vítimas do conluio. Não há nenhum contrato com hospitais públicos sendo investigado ou sob suspeita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *