fabrica de chapas1Com um investimento milionário, o Espírito Santo terá, a partir de fevereiro de 2018, a primeira fábrica de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF). O Placas do Brasil S/A está em estágio avançado de construção no município de Pinheiros, no Norte do Estado. O empreendimento foi criado com a intenção de diminuir o custo logístico para aquisição de MDF dos empresários moveleiros do Norte capixaba, que tinham que comprar o produto de empresas sediadas na região Sul do Brasil.

A iniciativa surgiu dos empresários ligados ao Sindicato da Indústria de Madeira e Móveis de Linhares e Norte do Espírito Santo (Sindimol), que se uniram a empresários do setor metal-mecânico de Aracruz e outros que detinham investimentos em terras e florestas de eucalipto no Norte do Estado para viabilizar. O Placas do Brasil teve um investimento total de R$ 473 milhões – sendo R$ 393 milhões na indústria e R$ 80 milhões na construção da base florestal – entre 45 acionistas.

Agora, além dos empresários do setor moveleiro poderem suprir suas próprias demandas de MDF cru ou revestido, contando com tecnologia de ponta para tal, todo o excedente da produção –  a capacidade é de produção de 300 mil metros cúbicos por ano – será comercializado no Norte do Rio de Janeiro, Leste de Minas Gerais e em todo o Nordeste do Brasil.

Temos uma grande dificuldade que é o suprimento de MDF, que hoje é totalmente suprido por empresas do sul do país, acarretando um custo logístico muito elevado. Nessa dificuldade, a gente enxergou janela de oportunidades. Idealizamos um projeto e estamos materializando ele agora. A empresa foi criada em outubro de 2011 e desde então viemos realizando estudos de engenharia, implantação de base florestal e lançamos a pedra fundamental em junho de 2016. A indústria já está em fase bastante avançada e o planejamento é de iniciar de operação fevereiro 2018”, relatou Luis Soares Cordeiro, presidente do Conselho Administrativo da Placas do Brasil S/A.

Competitividade
O objetivo do empreendimento é a produção moveleira de Linhares e região mais competitiva, já que o MDF é um produto de médio valor agregado, com considerável percentual do preço associado ao custo de logística. Atualmente, os fornecedores mais próximos estão situados nos Estados de São Paulo e Minas Gerais. A tendência é que a empresa gere 600 empregos diretos.

“Vai gerar 150 empregos diretos na indústria e mais 450 no campo. A nossa expectativa é que crie vantagens competitivas para setor moveleiro do ES e permita que alcance melhor comercialização dos produtos em outros estados brasileiros. Desde quando a empresa foi criada começamos a construção da base florestal e temos 18 mil hectares trabalhados desde então. O consumo da fábrica da ordem de 3 mil ha de florestas no ano. Essa indústria é de base, então nossa expectativa é que venha fomentar ainda mais a vocação capixaba para desenvolver a industria moveleira”, revelou Cordeiro.

Receitas de R$ 12 milhões por ano
Na fase de construção da obra 500 empregos estão sendo gerados. Outros 200 postos de trabalho diretos permanentes foram gerados com as atividades florestais na região, com receitas na ordem de R$ 12 milhões por ano, distribuídos entre fornecedores de insumos, viveiros de mudas e empresas prestadoras de serviços de silvicultura.

Na fase de operação, em função das atividades de colheita, baldeio e transporte de madeira, serão gerados cerca de 200 postos de trabalho indiretos, com receitas adicionais de R$ 15 milhões, distribuídos entre empresas prestadoras de serviços de colheita e transporte.

A Placas do Brasil S/A conta com mais de 200 parceiros florestais nos 18 mil hectares de floresta plantada de eucalipto. A capacidade de produção é de até 25 mil metros cúbicos de MDF cru por mês, e desse total, 12 mil metros cúbicos poderão ser convertidos em MDF revestidos.

Cometários

  1. Estimados.
    Meus parabéns pelo empreendimento na criação de uma fabrica de painéis que sem duvida alguma vai permitir que o estado de Espirito Santo esteja dentro dos primeiros produtores de painéis do pais, meu nome e Yonny Martínez López, sou engenheiro florestal e Doutor em Ciências Florestais na área de painéis, e estou desenvolvendo estudos de Pos-doutorado na Universidade Federal de Espírito Santo, tenho interesse em formar parte do equipe de trabalho nesta empresa, por favor se tiver oportunidade de inserir meu curriculum em algum site desta empresa pode me informar para acessar, desde já agradeço pela sua atenção.
    Atte.
    Yonny Martínez López

Deixe uma resposta para Yonny Martinez Lopez Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *