prisão adilson
Policiais capixabas e gaúchos participaram da ação que culminou na prisão de Ademir (ao centro) em Porto Alegre (Foto: Divulgação/PMES)

Por Úrsula Ribeiro

O delegado-chefe de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), José Lopes, afirmou que o acusado de sequestrar a estudante Thayná Andressa de Jesus, de 12 anos, no último dia 17 de outubro, foi encontrado na última terça-feira (07), mas acabou fugindo pelo telhado da pensão onde estava hospedado, no Centro de Porto Alegre (RS).

José Lopes contou ainda que Ademir foi surpreendido pela Brigada Militar de madrugada, quando saia para comprar comida, próximo a rodoviária, na mesma região em que quase foi preso na terça-feira.

Ademir Lúcio Araújo, 55 anos, foi detido na madrugada desta segunda-feira (13) na capital gaúcha. A prisão do acusado foi feita pelos policiais militares do Rio Grande do Sul, a ação contou com auxílio de policiais civis do Espirito Santo, que trabalharam em conjunto.

O suspeito foi levado para a 2º Delegacia de Polícia de Pronto atendimento da Policia Civil, e deverá ser trazido para o Estado o mais breve possível para prestar depoimento. Ademir já estava sendo monitorado há pelo menos uma semana. De acordo com o Secretário de Segurança André Garcia, o acusado tinha parentes em Porto Alegre, o que foi fator determinante para começar as buscas na Cidade.

Leia Também:

Vídeo: Ademir conta sua versão da morte Thayná à polícia gaúcha
Suspeito de sequestrar Thayná é preso de madrugada no Rio Grande do Sul

“Foi um trabalho em equipe entre as polícias do Estado para que chegasse ao acusado. Esperamos agora a chegada de Ademir para que todo caso seja esclarecido”, ressalta o Secretário.

O delegado José Lopes afirmou que o caso segue em sigilo para não comprometer as investigações e que o primeiro passo agora e a remoção do acusado para o Espirito Santo. “Neste momento vamos aguardar a chegada de Ademir para que der sequência nas investigações. O mais difícil já foi feito, que era sua prisão, agora vamos manter sigilo, uma vez que o acusado é um criminoso com várias passagens na polícia e estelionatário e pode se aproveitar das informações para tentar manipular o depoimento”.

Confira o vídeo divulgado pela polícia. As imagens mostram o momento em que o suspeito chegou à Delegacia de Porto Alegre:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *