Preocupados com o futuro dos filhos, aumenta o número de pais que aplicam dinheiro em algum fundo de investimento. Segundo uma pesquisa feita pela Boa Vista SCPC feita esse percentual cresceu de 42%, no ano passado, para 59% este ano. O estudo foi realizado com aproximadamente 1.060 pessoas em todo o Brasil e, deste total, 61% optam por guardar os recursos na Caderneta de Poupança.

Outros 7% aplicam em fundos, ações ou Certificado de Depósito Bancário (CDB), um aumento de 3 pontos percentuais em relação a 2016. E ainda: 8% dos pais aplicam em previdência privada, e outros 6% em títulos de capitalização.

Na avaliação do economista e conselheiro do Conselho Regional de Economia do Espírito Santo (Corecon-ES) Ricardo Paixão, o grande número de investidores que escolhem pela Poupança mostra que muitos desconhecem outras alternativas de aplicação. “A Poupança é uma boa aplicação, mas se a pessoa não tiver muita disciplina, é bem provável utilize que aquele recurso para outra finalidade antes do prazo determinado”, afirmou.

O especialista destacou que é importante conhecer outras opções, principalmente as que oferecem mais rendimentos e permita um resgate do investimento a longo prazo. “Quando se fala em guardar dinheiro para o futuro dos filhos, trata-se de aplicação a longo prazo. Nesses casos, é mais recomendável que, primeiro, se defina a finalidade daquela Poupança e, em seguida, escolha o produto financeiro mais adequado para esse fim. Como por exemplo, como CDB e Previdência Privada, por exemplo. Quem tiver dúvidas, pode procurar a orientação de um economista”, ressaltou o conselheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *