Dólar Em alta
5,203
29 de maio de 2024
quarta-feira, 29 de maio de 2024

Vitória
26ºC

Dólar Em alta
5,203

Jovem talento capixaba assina contrato com o Flamengo

O jovem José Eduardo dos Santos de Souza, de 14 anos, natural de Caratoíra, em Vitória, assinou seu primeiro contrato de formação, até 2027, com o Flamengo.

O atacante capixaba começou no futsal da CEF Caratoíra, escolinha do bairro onde nasceu, ainda aos cinco anos de idade. Aos 11 anos, ele já se destacava em escolinhas particulares e logo foi aprovado em um teste no Porto Vitória. Sua velocidade e habilidade nos dribles rapidamente chamaram a atenção de grandes clubes como o Palmeiras, que o convidou para uma avaliação.

Mesmo com a aprovação no alviverde paulista, não houve acordo para que o jogador fechasse com o clube. José Eduardo retornou ao Porto Vitória, onde ficou por apenas três meses antes de ser contratado pelo Flamengo.

No clube carioca, a jovem promessa vem se consolidando e conquistando espaço nas categorias de base. O reconhecimento de seu talento resultou na assinatura de seu primeiro contrato de formação, um marco importante em sua carreira e na realização de um sonho de infância.

“Ele é flamenguista, era o sonho dele desde criança jogar no Flamengo. Esse sonho, graças a Deus, foi realizado e ali ele pretende seguir a carreira dele”, disse Jessica Neves, mãe do jogador.

Segundo Jéssica, a dedicação da família foi fundamental para superar os desafios e obstáculos que surgiram ao longo do caminho. Ela relembra as dificuldades financeiras para acompanhar os jogos e treinamentos do filho.

“Tinha dia que não tínhamos dinheiro para estar acompanhando o jogo dele. A gente ia pedir emprestado, pedir ajuda. E assim ia levando ele, mas nunca deixamos ele parar de treinar”, disse a mãe.

O sucesso de momento de José Eduardo também não seria possível sem o apoio dos avós paternos, Dona Josenir e Seu Damião, que acompanhavam o garoto nos treinos, preparavam suas refeições e o ajudavam a conciliar os estudos com o futebol.

E os avós do adolescente querem mesmo ver o neto brilhar no futebol. Tanto que se mudaram para o Rio de Janeiro para ficar com José Eduardo.

“Com 11 anos ele começou a ir para a escola às sete horas da manhã. Da escola, ele ia treinar. Do treino, ele ia embora e só chegava em casa às sete horas da noite. E como eu trabalhava, o avô me ajudou muito acompanhando ele nesse caminho. Já a avó, me ajudava fazendo as comidas dele. Ele almoçava dentro do ônibus, porque não dava tempo de ele vir em casa almoçar para não perder o treino”, relembra Jessica.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas