Dólar Em alta
5,355
13 de junho de 2024
quinta-feira, 13 de junho de 2024
Filipe Lima
Filipe Limahttp://www.everestwork.com.br
Filipe Lima é empreendedor e fascinado pelas ideias e soluções inovadoras. Vasta experiência em projetos e estratégias de gestão de produtos para ambientes TI. Atualmente é Diretor Executivo da EverestWork. Possui especialização em Pós-Graduacão Lato Sensu em Gestão de Projetos e Graduação em Sistema de Informação.

A revolução móvel no mundo do comércio eletrônico

Com o avanço da tecnologia e o aumento constante do uso de dispositivos móveis, o comércio eletrônico tem experimentado uma transformação significativa. A crescente popularidade dos smartphones e tablets tem impulsionado a necessidade de ter um aplicativo de vendas para e-commerce. Neste artigo, vamos explorar a importância estratégica de ter um aplicativo de vendas para lojas online e analisar dados estatísticos para embasar a relevância dessa tendência.

Antes de mergulharmos nas estatísticas, é fundamental compreender o contexto do crescimento do comércio eletrônico e o papel vital desempenhado pelos dispositivos móveis nesse processo. De acordo com relatórios da eMarketer, as vendas globais de e-commerce atingiram impressionantes US$ 4,28 trilhões em 2020 e deverão ultrapassar US$ 5,4 trilhões em 2022.

Esse crescimento exponencial é alimentado em grande parte pelos dispositivos móveis. Em 2020, mais de 50% das transações de comércio eletrônico foram realizadas por meio de dispositivos móveis, conforme a Statista. Esse número é ainda mais expressivo em algumas regiões, como a Ásia, onde os smartphones são responsáveis por mais de 65% das vendas de e-commerce.

  1. Maior Acessibilidade e Experiência do Usuário Aprimorada

Um aplicativo de vendas oferece aos usuários uma experiência mais simplificada e envolvente em comparação com a navegação em um site responsivo. O acesso instantâneo ao aplicativo, sem precisar abrir um navegador, facilita o processo de compra e impulsiona a conversão.

De acordo com a App Annie, o tempo médio gasto em aplicativos de compras aumentou significativamente em 2020, com um aumento de 45% nas sessões anuais. Além disso, as taxas de conversão em aplicativos de e-commerce são geralmente mais altas do que em sites móveis, com um crescimento de 130% nas taxas de conversão em aplicativos em comparação com os navegadores móveis, de acordo com dados da Criteo.

  1. Fidelização de Clientes e Engajamento

Os aplicativos de vendas permitem que as empresas de e-commerce estabeleçam uma conexão mais profunda e personalizada com seus clientes. Através de notificações push e recursos de personalização, é possível manter os clientes informados sobre promoções, ofertas especiais e lançamentos de produtos, aumentando a fidelização.

De acordo com um estudo da Localytics, a taxa de retenção de clientes em aplicativos é duas vezes maior do que em sites móveis após 30 dias. Isso mostra como os aplicativos são eficazes em manter os clientes engajados e incentivando-os a retornar para fazer mais compras.

  1. O Potencial do Mobile Commerce (M-commerce)

O M-commerce, ou comércio móvel, é uma tendência em ascensão que não pode ser ignorada. As compras realizadas exclusivamente por dispositivos móveis estão crescendo rapidamente, e os aplicativos de vendas desempenham um papel crucial nesse cenário.

Segundo a pesquisa do Business Insider, o M-commerce deve representar cerca de 45% do total de e-commerce até 2024, ultrapassando o comércio eletrônico tradicional. Com a ascensão do 5G e o aumento da velocidade e confiabilidade das conexões móveis, as vendas por dispositivos móveis só devem ganhar mais destaque.

  1. Aproveitando a Tendência do Comportamento do Consumidor

O comportamento do consumidor está cada vez mais voltado para a conveniência e a mobilidade. Ter um aplicativo de vendas bem projetado permite que as empresas de e-commerce atendam a essas expectativas.

Dados da Adobe mostram que 55% dos consumidores preferem usar aplicativos de varejo para fazer compras em vez de sites móveis. Além disso, 39% dos consumidores disseram que compram mais frequentemente em aplicativos de e-commerce do que em sites móveis.

O comércio eletrônico está em constante evolução, e o papel dos dispositivos móveis é fundamental nessa jornada. Um aplicativo de vendas bem desenvolvido não é mais uma opção, mas sim uma necessidade estratégica para empresas de e-commerce que desejam permanecer competitivas.

As estatísticas apresentadas destacam a crescente importância dos aplicativos de vendas para o sucesso do e-commerce. Maior acessibilidade, experiência do usuário aprimorada, fidelização de clientes, potencial do M-commerce e adaptação ao comportamento do consumidor são alguns dos fatores que tornam os aplicativos de vendas indispensáveis para o futuro do comércio eletrônico.

Portanto, se você é um empresário do comércio eletrônico, é hora de considerar seriamente o desenvolvimento de um aplicativo de vendas para conquistar uma fatia maior desse mercado em constante expansão.

Filipe Lima
Filipe Limahttp://www.everestwork.com.br
Filipe Lima é empreendedor e fascinado pelas ideias e soluções inovadoras. Vasta experiência em projetos e estratégias de gestão de produtos para ambientes TI. Atualmente é Diretor Executivo da EverestWork. Possui especialização em Pós-Graduacão Lato Sensu em Gestão de Projetos e Graduação em Sistema de Informação.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas