Foto: Thinkstock
Foto: Thinkstock

A Policia Civil, por meio da Delegacia De Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), divulgou na manhã desta quarta-feira (03) os desdobramentos das investigações sobre os casos de supostas tentativas de sequestros de crianças em diversas localidades da Grande Vitória.

Vários relatos estão sendo divulgados, principalmente pelas redes sociais, porém a Delegacia já apurou caso por caso e a maioria deles foi descartado por se tratar apenas de boato. Alguns deles, inclusive, eram cópias de falsas notícias que já haviam circulado em outros estados.

O delegado Érico Mangaravite, titular da DPCA, informou que cinco situações estão sendo investigadas. Na maioria delas as crianças alegam terem sido abordadas por um homem que estava dentro de um carro de cor escura e oferecia algo para que elas entrassem no veículo. Os casos aconteceram entre os dias 18 e 25 de setembro.

Ainda segundo Mangaravite, a Delegacia está tomando algumas providências. A primeira delas é encaminhar as vitimas para a elaboração de retrato falado. Uma equipe da Policia Civil também está encarregada de realizar buscas pela região, para conseguir imagens e outras informações. A Policia Militar e a Guarda Municipal foram avisadas sobre a situação para que reforcem o trabalho na prevenção.

O delegado passa algumas recomendações aos pais para que essas situações sejam evitadas: “A principal ferramenta para se combater isso é orientar a criança, porque se ela souber se defender dessa situação, seja correndo, ou procurando a ajuda de algum adulto de confiança, em bairros mais residenciais, como dono de algum comércio, esse caso pode ser evitado”.

Por Lizandra Amario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *