Dólar Em alta
5,355
13 de junho de 2024
quinta-feira, 13 de junho de 2024
Vitória
24ºC
Dólar Em alta
5,355

Sexta-feira da Paixão: dia de reflexão e silêncio

O tríduo pascal, preparação dos cristãos para a Páscoa, é iniciado na quinta-feira com a instituição da Eucaristia e precedido de uma sexta-feira de adoração a Santíssimo Sacramento e muito silêncio.

Seja por força cultural ou religiosa, é muito comum ver pessoas e até comunidades inteiras onde se evitam festas ou evento musicais fora das igrejas. “Aqui minha avó nem a casa arrumava. Era o dia que a gente sabia que ninguém brigaria conosco, se fizéssemos bagunça, mas aprendemos que é um dia dedicado à oração de agradecimento as bençãos que recebemos pelo amor de Deus”, relembra a Maristela Mota, católica e moradora de Manoel Plaza, na Serra.

Em todo mundo é feriado santo, refletindo o sofrimento e a morte de Cristo. O tríduo faz com que uma celebração complete a outra e a adoração ao Santíssimo Sacramento iniciada ao final da celebração da quinta-feira é mantida aos longo do dia. Grupos de orações e membros das comunidades católicas se dividem em equipes que coordenam orações.

“Uma tradição que mantemos é o jejum. O sacrifício de não comer carne vermelha ou de abrir mão de alguma mania, ou vontade fazem parte deste importante dia e aprendi com meus pais e hoje passei para meus filhos. Não fazemos por fazer, mas ainda que cultural, faz parte de nossa fé”, conta Pedro Calmom, católico atuante de comunidade no Centro de Vitória.

De acordo com o religioso Felipe Aquino, “é preciso manter um silêncio interior aliado ao jejum e à abstinência de carne. Deve ser um dia de meditação, de contemplação do amor de Deus, que nos “deu o Seu Filho único para que quem n’Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16). É um dia em que as diversões devem ser suspensas, os prazeres, mesmo que legítimos, devem ser evitados”.

Padre Edison de Oliveira destaca a meditação e explica que é o único dia que a igreja católica não realiza missa, mas mantém uma programação, a partir das 15 horas acontece a Celebração da Paixão de Cristo.

“15 horas é o horário em que Jesus foi morto. É a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor. Ela consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e comunhão eucarística”, finaliza.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas