Dólar Em alta
5,272
16 de abril de 2024
terça-feira, 16 de abril de 2024

Prepare-se para 2024: previsão de um ano marcado por dias difíceis

Bom dia (boa tarde ou boa noite) para você que acordou em 2024. Aperte os cintos, a velocidade não será reduzida, o ritmo não será mais tranquilo e há riscos de o clima mais acalorado proporcionando que os próximos 364 dias sejam bem difíceis – em nossas casas, bairro, cidade, estado, país e no resto do mundo.

Para a astrologia, o Ano Novo só inicia com a entrada do sol no signo de Áries por volta de 20/21 de março. De acordo com a astróloga Sara Zaad, nos três primeiros  meses do ano teremos no Brasil e no mundo ainda a influência do regente de 2023 a lua, e será neste Verão que teremos os maiores problemas climáticos mundo afora, enchentes, calor excessivo como nunca vimos antes.

“Vamos ver muitas manifestações populares, e alguns acidentes atípicos em nosso país. Além disto as mulheres terão relevância em todo o planeta. Sem falar dos crimes bárbaros cometidos contra mulheres e crianças. Sei que já estamos vendo isto em 2023. No entanto, a partir de 20 de março de 2024 será cobrada responsabilidade de todos nós. É chegada a hora de todo e qualquer ser humano se posicionar”, alertou.

Prepare-se para 2024: previsão de um ano marcado por dias difíceisO mundo inteiro acompanha desde outubro a guerra de Israel, e a expectativa é, infelizmente, de a tragédia aumentar.

“A violência tende a aumentar muito. Vamos presenciar o nascimento de novos conflitos bélicos, quebra de diplomacia e uma sensação de injustiça. Cairão muitos líderes globais, enquanto, por outro lado, a formação de novos grupos acontecerá. Veremos entrada e a saída de países na União Europeia, (saída leva tempo, veremos burburinhos) assim como no Sul global haverá uma união maior de alguns países para conter as crises que vivenciaremos. A Venezuela entrará em um conflito bem significativo, a governança brasileira será cobrada a tomar uma posição na geopolítica. Podem acreditar haverá a possibilidade de uma guerra comercial significativa. Até 2053 eu temo por uma 3ª guerra, isso ficou ainda mais evidente com os conflitos que nasceram em 2023. Vivenciaremos muitas tragédias”, prevê Zaad.

Tem pior

Se a astróloga parasse por aqui, já poderíamos nos preparar para situações ruins, mas ela garante que esses não serão os maiores problemas dos seres humanos. As temperaturas, literalmente, segundo sua previsão, vão esfriar muito, como esta geração nunca viu.

“Teremos, a partir de março de 2024, um esfriar sem precedentes em algumas localidades do globo. Em contrapartida em alguns lugares a seca irá destruir tudo. Veremos nevar onde nunca nevou. Serão divulgadas as temperaturas mais baixas de toda a história. Atividades solares atípicas vão causar preocupação à ciência. E, com todos estes problemas, um pouco antes do segundo semestre vamos ver uma falta de recursos significativa. Haverá falta de alimentos, pois o clima alterado destruirá lavouras no mundo todo”.

Na lista de problemas climáticos estão vulcão expelindo cinzas em muitos lugares; neve colorida e gelo caindo do céu. “Os mares também se mostrarão mais agitados, trazendo transtornos e muitos naufrágios.

“Aeroportos em alerta! Incluindo abusos, desastres, escândalos e muitos outros assuntos envolvendo os mesmos”, destacou Sara. E completou: “Golpes de estado, rebeliões serão algo comum. Formações de novos grupos econômicos, talvez até novos bancos. Espionagem vindo à tona, acontecimentos antigos ressurgindo das cinzas e o povo de queixo caído”.

Copa do Mundo em risco

Atentados terroristas já vistos, poderão amentar – em proporção e quantidade. “A França terá sérios problemas, inclusive durante as Olimpíadas, fora isso as ex-colônias francesas vão chamar a atenção do mundo. Haverá mais revoltas e rebeliões. Aliás toda Europa passará por uma crise, veremos alguns governos em maus lençóis”.

Ela diz que viu nas cartas crises e confusão em competições esportivas, com muitos atletas envolvidos em escândalos. “Já outros sofrendo com torcidas e muitos desacreditados virando estrelas”.

Em contrapartida, a astróloga Sara Zaad disse que há previsões de que os Estados Unidos entrarão em uma terrível situação econômica, apostando em guerras. “Será o fim da hegemonia do país. Fora isso, a nação estadunidense terá revolta nas ruas. Países com fronteira com Estados Unidos, como o México e o Canadá, por exemplo, poderão sofrer um grande terremoto. Oremos para não ser o vulcão Yellowestone a dar um sinal de vida, ser for ele ou outro de igual magnitude, vivenciaremos um inverno vulcânico, e assim se explicará o frio implacável”, disse ela.

No Vaticano há expectativa de uma movimentação atípica e a redução no consumo colocará algumas empresas em uma situação de falência. “Os agricultores também devem se preparar. Não posso deixar de falar que o extremismo religioso será ainda maior e veremos teorias da conspiração e apocalípticas, cuidado em o que acredita”, finalizou.

Prepare-se para 2024: previsão de um ano marcado por dias difíceisPrevina-se dos problemas de 2024

Se tudo o que a astróloga leu no baralho cigano tiver fundamento, em posse das informações, dá para a gente se antecipar. Portanto, oque precisamos fazer para passarmos por estas situações? Economizar. “Além disso termos responsabilidades sobre nossos atos, só assim teremos harmonia, afinal veremos muitas coisas acontecerem no mundo. Preparem-se!”, orientou Sara Zaad.

A temporada de eclipses no eixo Áries e Libra, que iniciou em 2023 segue atiçando pontos importantes em 2024. As relações serão o foco tanto de forma individual como coletiva. Todos no planeta, em alguma área da vida, vão passar por possibilidades de ajustes, com este aspecto sempre levando em consideração as concessões (Libra) que praticamos no dia a dia.

“Nós seres humanos teremos que aprender a valorizar a nossa identidade (Áries) sendo leais a princípios e aprendendo a compartilhar. Será que nossos acordos e a diplomacia são praticados a ponto de respeitar a individualidade e direitos do próximo?”, refletiu a mística.

Ela avalia a que eventos naturais forçarão inclusive aos inimigos a darem as mãos. Sem contar que haverá conflitos manipulados por líderes ocultos que virão à tona, descobriremos toda sujeira que está debaixo do tapete. “Há investimentos intencionais para que os conflitos aconteçam! Quer um conselho? Nos dias atuais, não é adequado eleger heróis ou vilões! Fica a dica de ouro para este céu astrológico. Além disto não vamos menosprezar os mais fracos. Para muitos no mundo não há mais o que perder. A  certeza da impunidade transforma fracos em pessoas imbatíveis!”, encerrou.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Conexões