WhatsApp Image 2017-11-07 at 03.25.41

Uma inspeção rotineira da Polícia Rodoviária Federal na BR 101, em Viana, terminou com a prisão de dois homens e com uma das maiores apreensões de cocaína em terras capixabas. Na tarde da última segunda-feira (06), policiais abordaram um bi-trem com placas de São Gabriel do Oeste/MS.

Ao sentirem o nervosismo excessivo dos dois ocupantes do veículo, divergindo sobre o local de entrega da mercadoria, que era milho “em granel” e constatarem que a nota fiscal indicava que o local da entrega era Marechal Floriano, cidade pela qual o veículo já havia passado, foram realizadas buscas externas com utilização de cão.

WhatsApp Image 2017-11-07 at 00.59.09Um dos animais da PRF, a cadela Ursa, indicou a presença de substância entorpecente no primeiro reboque do veículo. Foi realizada a retirada da lona que cobria a carga e com a utilização de um vergalhão de ferro, os policiais verificaram que havia espaços sólidos na carga.

O condutor e o passageiro confessaram que pegaram o entorpecente na cidade de Primavera do Leste (MT) e que se tratava de Cloridrato de Cocaína, divididos em quinze fardos. Informaram ainda que iriam entregar todo o material para uma pessoa na cidade de Viana e que receberiam a quantia de R$ 100 mil pela entrega.

WhatsApp Image 2017-11-07 at 03.25.36Os dois ocupantes do bi-trem foram presos e o veículo encaminhado ao local original de entrega do milho. Em Marechal Floriano, foi feito o descarregamento de toda a carga e confirmada a existência dos quinze fardos da droga, que ao final dos trabalhos pesaram aproximadamente 529kg, que no Brasil arrecadaria por volta de R$22,5 milhões.

Essa foi a maior apreensão de cocaína feita pela PRF no Espírito Santo. Os tabletes da droga estavam embalados com a marca de uma famosa grife de bolsas, inclusive imitando a grafia dos tecidos. Segundo a PRF, pela pureza da droga, possivelmente o destino seria a exportação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *