por Paulo Cesar Dutra

marcelo santos e gilsinho lopesO deputado Marcelo Santos, líder do MDB na Assembleia Legislativa, reuniu-se hoje com o colega de plenário Gilson Lopes (PR). Com o aval do deputado federal Lelo Coimbra, presidente estadual do partido, Marcelo fez um convite oficial para que Gilsinho vá para o PMDB.

“Gilsinho está inclinado a concorrer como deputado federal nas eleições deste ano e nossa agremiação está abrindo suas portas para que ele dispute o cargo pelo partido”, disse Marcelo.

Os faltosos federais
Dos 252 dias úteis de 2017, onde os deputados federais estavam obrigados a comparecer à Câmara em apenas 119, oito parlamentares faltaram a mais da metade das datas reservadas a votações na Casa. Entre eles, dois condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF): Roberto Góes (PDT-AP), campeão em ações na corte, e Paulo Maluf (PP-SP), que cumpre pena de prisão no Complexo Penitenciário da Papuda. Além deles, também estão entre os que menos compareceram em plenário no ano passado José Otávio Germano (PP-RS), Giovani Cherini (PR-RS), Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM), Sabino Castelo Branco (PTB-AM), Adail Carneiro (PP-CE) e Jovair Arantes (PTB-GO).

Conselho Nacional do Trabalho
Com a publicação de seu Regimento Interno no Diário Oficial da União, em dezembro, o Conselho Nacional do Trabalho (CNT) pode dar início ao cronograma de trabalho para 2018. Cartas-convites estão sendo enviadas às entidades de trabalhadores e empregadores que integram o Conselho para que elas possam indicar representantes que irão compor as Câmaras Técnicas Tripartite.

“As entidades deverão indicar seus representantes nas Câmaras. Após essa etapa, começaremos a definir o calendário das próximas reuniões”, explica o secretário-executivo do CNT, Luis Barbosa, lembrando que as câmaras debaterão minuciosamente problemas e soluções de setores econômicos para a geração de empregos no país. A primeira reunião do CNT de 2018 está prevista para março.

Falta verba no pró-Lula
Os protestos contra o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 24 próximo, em Porto Alegre, Sul do País, não contarão com a presença de uma caravana do Espírito Santo. Vão comparecer ao ato apenas alguns políticos locais, isoladamente. Provavelmente, sem dinheiro, nem o Lula vai comparecer à audiência. Será condenado ou não via satélite. O processo que será apreciado é referente ao apartamento tríplex, de Guarujá, litoral de São Paulo, e poderá tirar o ex-presidente da disputa para a Presidência da República, caso ele seja condenado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *