O roubo de bicicletas na ponte Florentino Avidos, conhecida como “cinco pontes”, no Centro de Vitória, está se tornado cada vez mais comum. Diversos assaltos vêm acontecendo durante o dia. A reportagem do ESHOJE foi até o local e ouviu relatos de moradores e ciclistas que tiveram celulares, relógios e dinheiro levados. Muitos deles também presenciaram outras pessoas serem roubadas.

pauta com vídeo BarbailarinaNo desespero pela recuperação dos pertences, além do Boletim de Ocorrência, algumas pessoas fazem postagens nas redes sociais. Esse foi o caso do mecânico hidráulico Josimar Trancoso, assaltado no dia 5 de Julho.

Ele conta que estava passando por baixo da ponte, no sentido Vitória a Cariacica, quando um meliante pulou a passarela, mais ou menos no meio da ponte. Josimar tentou desviar, mas o homem, que estava armado, derrubou a bicicleta e levou os pertences dele.

Algumas pessoas afirmam também que os assaltantes ficam escondidos no matagal próximo a ponte, e os ciclistas são abordados na saída da passarela, que é bloqueada pelos meliantes. Para evitar as ações criminosas, algumas pessoas se arriscam no meio dos carros.

Para a vendedora ambulante Maria Helena Ramos é importante sempre estar atenta, pois as pessoas podem ser abordadas tanto no início quanto no final da ponte. “Infelizmente não carrego celular e dinheiro. Quando não tem como depositar antes de eu ir embora pra casa, costumo passar para o meu marido. Imagino que com ele seja mais difícil acontecer alguma coisa. Não ando com nada de valor”.

O auxiliar de vendas Washigton dos Santos contou que passa constantemente de bicicleta pelo local, sempre olhando atentamente para os lados e evitando o uso de fones de ouvido, para não chamar atenção dos assaltantes.

Polícia Militar

A Polícia Militar informou, por nota, que realiza constantes operações na região, além do policiamento ostensivo rotineiro. Disse que a região conta com a presença das guarnições do projeto Patrulha da Comunidade. O comando da 2ª Companhia do 1º Batalhão, responsável pelo policiamento da Ilha do Príncipe, lembra que está à disposição da comunidade para juntos desenvolveram ações de policiamento para o local, e ressalta que é de extrema importância que toda ocorrência no local seja registra via Ciodes (190), pois o reforço no policiamento é feito de acordo com o mapa do crime. A população ainda pode colaborar denunciando ações criminosas por meio do Disque-Denúncia (181). O sigilo e o anonimato são garantidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *