Chengannur, Índia, 19 – Cerca de 800 mil pessoas tiveram de deixar suas casas e mais de 350 morreram na pior inundação em um século no Estado indiano de Kerala, no sul do país. Autoridades se mobilizam para garantir água potável nas áreas mais atingidas, disseram funcionários neste domingo.

Pelo menos dois trens que levam cerca de 1,5 milhão de litros de água seguiram para as áreas inundadas nos Estados vizinhos de Madhya Pradesh e Maharashtra, informou Milind Deouskar, da autoridade ferroviária, segundo a agência Press Trust of India. Um trem chegou neste domingo, disse o principal encarregado da defesa civil em Kerala, P.H. Kurian. De acordo com ele, em grande medida os sistemas de fornecimento de água foram restaurados.

Milhares de pessoas trabalham para alcançar pessoas isoladas e levar ajuda. Autoridades estimaram que quase 10 mil pessoas estavam presas em meio às chuvas e que deveriam ser resgatadas até segunda-feira. Cerca de 80 mil pessoas foram abrigadas em cerca de 4 mil campos de refugiados em Kerala, afirmou Kurian.

Há a previsão de mais chuvas no Estado de Kerala até a manhã da segunda-feira. Os temporais começaram em 8 de agosto e provocaram enchentes e deslizamentos, além de destruírem casas e pontos em Kerala, Estado conhecido por suas belas praias. Autoridades estimam que mais de mil quilômetros de rodovias tenham sido danificados.

O premiê Narendra Modi prometeu mais de US$ 70 milhões em ajuda para lidar com o desastre. Fonte: Associated Press.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *