por Paulo Cesar Dutra

ademar devens_ferraço_marco antonio_norma ayub

Ademar Devens, Theodorico Ferraço, Marco Antônio da Silva e Norma Ayub

Tentando ser candidato a deputado estadual pelo PSD, o ex- prefeito de Aracruz, Ademar Devens, pediu uma ajudinha ao deputado e candidato à reeleição, Theodorico Ferraço, para não correr risco de ataques durante a campanha. Devens é um dos nomes que responde no processo da Operação Derrama no Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES).

A ‘Derrama’ levou ex-prefeitos, advogados, funcionários públicos e empresários para trás das grades sob suspeita de desvio de verbas públicas em meio a uma estratégia para a cobrança de tributos devidos a municípios. Na corte de contas estadual o processo tem a relatoria do conselheiro substituto Marco Antônio da Silva. Esta foi candidato à vaga de conselheiro, em eleição que os deputados elegeram Rodrigo Coelho. Marco Antônio teve um voto – do próprio Ferraço!

Linha de financiamento para quitação de dívidas rurais do BNDES
Nesta quinta-feira (09), o consultor Jânio Zeferino da Silva conversou com o portal Notícias Agrícolas, para dar detalhes da nova linha de financiamento do BNDES para a liquidação das dívidas rurais. Segundo ele, essa linha foi criada para “dar fôlego” para produtores que vêm obtendo créditos em bancos e fazendo dívidas junto a revendas. Ela deve incluir as dívidas vencidas entre 01/08/2017 a 31/07/2018 – ou seja, quem possui dívidas neste período vai poder realizar a repactuação.

Ele salienta a necessidade de cada produtor de estudar a situação e ver se a repactuação lhe cabe, já que a taxa de juros é de 11,36%, o que é considerado alto para o mercado. Para realizar essa repactuação, basta o produtor procurar o banco onde possui suas dívidas de crédito rural. Existe um modelo disponível para preencher e entregar nas agências, já que, uma vez que a medida acabou de ser publicada, as normas ainda estão para chegar. São 55 agentes financeiros credenciados pelo BNDES para operar essa negociação.

O limite de orçamento para atender essa proposta é de R$5 bilhões, embora o BNDES já tenha sinalizado que, se existir demanda, mais recursos poderão ser destinados para essa questão. Os produtores que desejarem acessar essa repactuação também devem estar com a ficha limpa e as obrigações fiscais em dia. A taxa de juros pode ser menor – existe um spread para os bancos de até 3%.

Nuvens em dissipação
O mês de agosto é muito conhecido como o mês do azar, mas é tratado também, do “mês do cachorro louco”, como reza o ditado popular. Mas nesse ano eleitoral é também o mês em que as nuvens começam a se dissipar nos horizontes da política. Com as convenções realizadas, parcerias formadas e nomes de vices escolhidos, o pleito entra no ritmo de campanha. Dia 16 de agosto, começa a campanha de rua e a propaganda via internet. Já a propaganda no rádio e na TV terá início em 31 de agosto e fim em 4 de outubro.

Mamãe eu quero
O reajuste de 16,38% aprovados pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no próprio salário para 2019 pode gerar uma fatura extra de até R$ 4 bilhões, a ser dividida entre os poderes da União e dos estados. O cálculo foi feito pelas consultorias de Orçamento da Câmara e do Senado. Só para a União, o custo adicional pode ser de R$ 1,4 bilhão, incluindo todos os Poderes. Isso acontece porque já há atualmente servidores ganhando, no papel, mais que os R$ 33,7 mil mensais permitidos pelo teto atual.

Entenda essa
Vivemos em um país, onde a candidatura de um general a vice-presidente da República preocupa toda a imprensa. Engraçado, a candidatura de um presidiário a presidente da República, não!

Marcando sob pressão  
A vereadora de Vila Velha, Dona Arlete (PSL) foi a maior demandante de obras e serviços junto à Ouvidoria do município de Vila Velha, de acordo com um ofício encaminhado pela Prefeitura. Conforme aponta o documento, a vereadora solicitou 1.235 ouvidorias de janeiro de 2017 até julho deste ano: três vezes mais que o segundo colocado, que solicitou 410 ouvidorias; enquanto o terceiro fez 218 pedidos.

“Fico feliz em saber que estou retribuindo aos moradores e à minha cidade de Vila Velha toda a confiança que depositaram em mim. Juntamente com as indicações, também procuro fazer as ouvidorias para reforçar os meus pedidos e conseguir atender as demandas das comunidades”, revelou a vereadora Dona Arlete. A parlamentar está disponível no e-mail: comunica.donaarlete@gmail.com, para sugestões da comunidade.

Quatro blocos
Um ligeiro exercício de análise de posicionamentos aponta quatro grupos de candidatos: o maior, reunindo o centro, que agrega os candidatos Geraldo Alckmin, Álvaro Dias, Henrique Meirelles, João Amoêdo e José Maria Eymael; o grupo de esquerda, com Guilherme Boulos, Lula (Fernando Haddad) e Vera Lúcia; o grupo de direita, abrigando Jair Bolsonaro e Cabo Daciolo; e o grupo de centro-esquerda, juntando Ciro Gomes, Marina Silva e João Goulart Filho. Mas há quem não aceite mais essa classificação.

Renovação
Não será desta feita que veremos renovação política no Congresso Nacional. Essa meta, segundo especialistas, ficará para as eleições de 2022, quando o país avançar com sua reforma política, objeto de retalhos e fatiamento.

Tiririca
Depois de desistir da reeleição, o palhaço Tiririca se arrependeu e decidiu voltar à Câmara Federal. Viu que o mar não está pra peixe. O mercado do riso está encolhido. E, ao que dizem seus críticos, o riso dele está fora de moda. Melhor ser deputado e ter direito a um bom salário. Melhor do que está sempre fica.

Cometários

  1. Corrigindo os nomes da foto. Não é Marco Antônio e sim Dr. Rogério Patrício, advogado e presidente do DEM Aracruz e candidato a Dep. Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *