O final de ano me parece ser uma época propícia para fazer uma revisão de vida com foco nas vitórias. Certamente, ao pararmos para analisar tudo que vivemos antes de trocarmos de calendário, iremos nos deparar com muitos desafios.. Mas também vamos contemplar vitórias, pequenas ou grandes, e é sobre elas que quero jogar um pouco de luz, convidando você a tomar posse do que já lhe pertence!

A cada tempo, a história atualiza os fatos, mas a essência não muda. O homem é movido por lutas e impulsionado pelo desejo de alcançar vitórias. Esta é uma das forças que movimentam o universo e é bom que seja assim. Até porque, se não tivéssemos expectativas de conquistas, porque haveríamos de lutar? O diferencial está em como escolhemos lutar por nossos objetivos e se, de fato, temos celebrado nossas vitórias como elas merecem.

Existem pessoas que passam pela vida esperando motivos para comemorar e existem aquelas que comemoram, mesmo quando aparentemente não há motivos. Eu faço parte do segundo grupo, e pode até ser uma herança cultural, pois sou nordestina, e no nordeste nós amamos fazer homenagens e comemorações. Mas, independente disso, comemorar me ajuda a viver melhor os meus dias e penso que isso faz bem para todo mundo, pois quando comemoramos uma conquista estamos dizendo para nós mesmos que valeu a pena lutar, que somos capazes, que estamos no caminho certo. Isso aumenta a nossa confiança para continuarmos buscando nossos ideais. A lembrança de uma vitória dá força para ganhar a próxima batalha, e a comemoração alimenta esta lembrança por mais tempo.

O clima do Natal nos faz pensar Naquele que nos deu a maior de todas as vitórias, a vida e a capacidade de amar. Jesus veio ao mundo para nos ensinar que quando amamos de verdade sempre temos o que comemorar, pois o amor encontra sentido em tudo, até mesmo na dor.

Ensinou também, que somente quando nos doamos e fazemos os outros felizes, quando partilhamos nossos sonhos e acendemos a esperança na alma de quem nos rodeia, é que conquistamos nossa própria felicidade. A comemoração faz todo sentido!

Eu creio que durante o ano, muitas vezes, você fez o bem, mesmo que não tenha sido notado; chorou algumas vezes, mas também sorriu, abraçou, estendeu a mão, amenizou dores, cultivou flores, trabalhou, dormiu, acordou, acreditou de novo, e isso é viver! Com gestos assim, você venceu e fez a diferença na vida de muita gente, portanto, é um grande motivo para comemorar.

Então comemore! Comece pelas pequenas vitórias, pois são elas que nos transformam, mesmo quando não percebemos, em grandes vencedores. Nos provam que é possível ir além e crescer na confiança. E ter confiança é fundamental para vencer!

Precisamos confiar em Deus que, através de nós, pode fazer muito mais do que imaginamos. Mas é importante também confiarmos no potencial que Ele já nos deu, que cabe a nós desenvolvê-lo.

Não deixe para depois, pense agora nas conquistas que você já obteve até aqui, lembrando que sua vida é a maior vitória. E seja grato pelo que já tem, não fique apegado ao que ainda espera. Depois, compartilhe suas conquistas com quem está a seu lado, pois assim como o amor é contagiante, o clima de celebração também o é! Ao compartilharmos as coisas boas que conseguimos alcançar, iremos ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo.

Aquele que é o autor de todo bem nos dará a força necessária para vencermos os desafios e, a cada dia, celebrarmos as vitórias.

* Dijanira Silva é missionária da Comunidade Canção Nova, autora do livro “Por onde andam seus sonhos?”, pela Editora Canção Nova, e apresentadora da Rádio América em São Paulo e do programa “De mãos unidas”, da TV Canção Nova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *