tênisEm novembro acontece a segunda etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes de Tênis em Cadeira de Rodas. O evento será promovido na Associação Esportiva Siderúrgica de Tubarão (Aest), em Manguinhos, Serra, e tem como objetivos revelar e preparar atletas dentro do ciclo paraolímpico, além de promover a inclusão e o desenvolvimento de pessoas com limitações físicas.

A competição contará com a participação de clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). Os jogos acontecerão entre os dias 15 e 18, e premiará os atletas que conquistarem os 1º e 2º lugares em cada uma das chaves disputadas: Principal (feminino e masculino), Júnior (feminino e masculino) e Duplas. Também haverá premiação para os clubes que alcançarem as três maiores pontuações.

O Campeonato Brasileiro Interclubes está integrado à política de formação de atletas do CBC e é realizado em parceria entre a entidade e a Confederação Brasileira de Tênis (CBT). Duas novas etapas do evento serão promovidas em 2019 e 2020.

A escolha da Aest para sediar a competição se deu a partir da aprovação do Projeto ‘Campeonato Brasileiro Interclubes de Tênis em Cadeira de Rodas Aest’, firmado com o CBC através do Edital de Chamamento de Projetos n°07/2017, contendo as diretrizes básicas para apresentação de Projetos, considerando o disposto na Lei n. 9.615/1998, conhecida como Nova Lei Pelé.

Classificação

Para competir no tênis em cadeira de rodas, o único requisito é que o atleta tenha sido diagnosticado com uma deficiência relacionada à locomoção. Ou seja, deve ter perda funcional significante de uma ou mais partes extremas do corpo. Se o atleta não for capaz de participar de competições no tênis convencional, estará credenciado a jogar na cadeira de rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *