Dólar Em alta
5,265
16 de abril de 2024
terça-feira, 16 de abril de 2024

Republicanos montam trincheiras em diferentes bairros de Vitória

O presidente do Republicanos capixaba, o ex-deputado estadual Erick Musso, compartilhou foto, bastante sorridente, da filiação de pré-candidatos ao cargo de vereador na Capital. E os novos filiados revelam posicionamento de trincheiras da legenda em diferentes bairros e áreas da Capital, no intuito de ajudar a reeleger o prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) e ter a maior base na Câmara.

Atualmente, a sigla possui dois vereadores, Leandro Piquet, que é o presidente da Câmara, e Luiz Emanuel Zouain. Ambos já acumulam experiência e, portanto, base de votos para conquistarem a reeleição. Eles terão consigo novos correligionários que já são conhecidos nas urnas e outros estreantes.

Sandro Parrini, que é assessor especial da Prefeitura de Vitória, passa a integrar o Republicanos. Ele foi vereador de 2017 a 2020 e, nas últimas eleições para a Câmara, obteve 1.232 votos. Sua base é a Grande Maruípe. Já foi subsecretário de Esportes da Capital durante a gestão do ex-prefeito – e hoje deputado estadual – João Coser (PT), que governou a cidade 2005 a 2012.

Breno Panetto, que já foi secretário e subsecretário de Vitória, disputou as eleições de 2020 pelo Novo e angariou 1.669 sufrágios. De origem periférica, associado ao conservadorismo (leia-se bolsonarismo) e ainda atuante na área do empreendedorismo e presidente da Comissão de Direitos dos Animais da OAB/ES, o advogado é avaliado como opção para atrair o voto dos jovens – e conservadores.

Aylton Dadalto, oriundo da região 5 (Praia do Canto e adjacências), é o atual presidente do Conselho de Segurança de Vitória. Tem sido unha e carne com o prefeito. Pela sua área de influência, pode até disputar votos com Leandro Piquet, mas nos bastidores o entendimento é o de que há espaço para todos.

Por fim, vale destacar que o Republicanos também apostou em ter no seu rebanho uma liderança religiosa. O escolhido foi o pastor Welington Assis, que atua na Igreja Batista Filadélfia, localizada em Consolação. Ele é gerente de limpeza na Prefeitura da Capital e já tem noção de como é a administração.

As escolhas seguem lógica geográfica e, claro, ideológica. Sendo um partido mais alinhado à direita, não é o mais recomendado escolher pré-candidatos cuja preferência seja, por exemplo, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Também é interessante notar que deixar às claras os pré-candidatos em suas regiões reforça a atuação do prefeito, além de tentar fazer com que eles tenham seu capital político elevado.

Nas eleições deste ano, a Câmara de Vereadores terá 21 vagas nas urnas, seis a mais do que a situação atual. Assim sendo, todos os partidos virão com sede para abocanhar mais espaço. E mais do que nunca serão importantes os bons puxadores de votos.

***

Nomeado

Eugênio Ricas, enfim, foi nomeado como secretário de Estado da Segurança Pública do Espírito Santo nesta quarta-feira (21). E iniciou o dia informando a prisão dos suspeitos de latrocínio de motorista de aplicativo.

***

Aposentadoria

O Diário Oficial do Estado também trouxe a publicação da concessão do benefício de aposentadoria compulsória ao ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES) Sérgio Borges. Enquanto isso, há o debate para a eleição do sucessor dele, tendo o secretário-chefe da Casa Civil, Davi Diniz, como um dos favoritos.

Articulação continua…

No entanto, existem deputados estaduais que seguem com a máxima de que a Assembleia Legislativa precisa eleger um parlamentar para o posto. Como informado por Poder ESHOJE, o presidente da Casa, Marcelo Santos (Podemos), não irá concorrer.

Interesse em comum

Marcelo Santos e Davi Diniz demonstram ter interesse em comum: ambos são torcedores do Vasco da Gama.

Lado a lado

Republicanos montam trincheiras em diferentes bairros de Vitória

Marcelo, por sinal, ficou lado a lado do governador Renato Casagrande (PSB) na reunião de acompanhamento da situação da dengue no Estado, nesta quarta-feira (21), quando foi decretada situação de emergência em função da epidemia da doença. O deputado ainda conversou com o socialista após essa reunião. Será que só foi sobre a moléstia transmitida pelo mosquito Aedes aegypti?

***

Muro das lamentações

Instituições reclamam aos quatro cantos que o governo do Estado não está pagando emendas parlamentares… de opositores. É do jogo, né?

***

Termômetro I

Do Valor Econômico: “A crise diplomática do governo brasileiro com Israel, detonada após as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que compararam a ação do Exército israelense na Faixa de Gaza ao Holocausto, vai impactar a relação do Executivo com o setor evangélico, apostam especialistas da política e pastores religiosos”.

Termômetro II

“O primeiro teste para se aferir esse eventual impacto será a manifestação convocada neste domingo em São Paulo, em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Os organizadores querem usar o que chamam de ‘ataque de Lula ao povo judeu’ para tentar arregimentar mais manifestantes, em especial evangélicos”, diz o jornal.

***

Comemoração I

Políticos capixabas celebraram o resultado no Senado que restringe o benefício das saídas temporárias de presos. Se manifestaram, nas redes e em discursos, o coordenador da bancada federal capixaba, deputado federal Da Vitória (Progressistas), o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Santos (Podemos), e o presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, Delegado Danilo Bahiense (PL).

Comemoração II

O líder do PT no Senado, Fabiano Contarato (PT), foi um dos principais defensores da proposta – relatada, curiosamente, pelo senador Flávio Bolsonaro (PL), filho do ex-presidente da República Jair Bolsonaro. Contarato, que é delegado de Polícia Civil, argumentou que a lei brasileira permite uma progressão de pena significativa.

***

Mais problemas

A cassação do mandato de Devacir Rabello (PL), que estava como vereador em Vila Velha, traz mais problemas ao PL local. O ex-vereador tentava colocar seu nome como postulante a candidato à Prefeitura do município.

***

Fale com a coluna

Nosso e-mail é [email protected].

Na moita

Olha a dengue! Poder está virando criadouro das larvas dos mosquitos por tanta água parada que acumula.

Tá na rede

“Lula está certo em delimitar espaço que divide os que apoiam e os que condenam o genocídio. Todo nosso apoio aos palestinos massacrados nessa carnificina capitaneada pelo primeiro-ministro israelense Benjamim Netanyahu e também aos judeus e judias que compreendem o mal que Netanyahu está causando não só aos palestinos, mas a Israel”

Iriny Lopes (PT), deputada estadual

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas no Poder ESHOJE

Notícias Relacionadas