Dólar Em baixa
5,600
22 de julho de 2024
segunda-feira, 22 de julho de 2024
Vitória
20ºC
Dólar Em baixa
5,600

Seis anos após morte na Piedade, réus vão a julgamento em Vitória

Os acusados pelo homicídio de Lucas Teixeira Verly, decorrente da guerra entre traficantes no município de Vitória, vão a julgamento pelo crime, em Tribunal do Júri, nesta terça-feira (25), no Fórum Criminal de Vitória, a partir das 9h. Os réus, denunciados pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES) são: Alan Rosario de Oliveira, Flavio Sampaio, Gean Gaia de Oliveira, Josenilton Marcolino Correia, Tiago da Silva e Geovani de Andrade Bento.

O homicídio teve relação com uma série de crimes cometidos a partir do homicídio dos irmãos Ruan Reis, de 19 anos, e Damião Marcos Reis, de 22 anos, no dia 25 de março de 2018, No Morro da Piedade. Eles foram atingidos por mais de 20 disparos de armas de fogo. Os homicídios motivaram diversos outros crimes na região, decorrentes de disputas relacionadas ao tráfico de drogas em bairros de Vitória.

Já o crime que levou à morte de Lucas Teixeira Verly foi cometido no dia 29 de maio de 2018, por volta das 6h, no alto do Morro da Piedade, na Escadaria Arnaldina Gomes Vieira. Na ocasião, os réus Alan, Flavio, Gean, Josenilton e Tiago da Silva efetuaram vários disparos de armas de fogo, de diferentes calibres, contra a vítima Lucas Teixeira Verli. Por sua vez, o réu Geovani concorreu para o crime, auxiliando na organização e fornecendo armas.

De acordo com o MPES, o homicídio ocorreu em contexto de guerra entre traficantes que atuavam na região dos Morros da Piedade e Fonte Grande, desde o final de 2017. Na ocasião, cerca de 20 indivíduos portando armas de fogo e trajando “toucas ninja”, coletes e coturnos se revezavam na procura dos chefes do tráfico de drogas.

Assim, em mais um ataque ao bairro da Piedade, à procura dos chefes do tráfico e buscando vingar outros crimes, os réus se depararam com a vítima Lucas Teixeira Verli, que foi brutalmente assassinado pelo grupo.

Os réus serão julgados no júri popular nesta terça-feira pelos crimes de homicídio qualificado e por integrar organização criminosa, conforme a denúncia oferecida à Justiça pelo Ministério Público estadual.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas