Dólar Em alta
5,355
13 de junho de 2024
quinta-feira, 13 de junho de 2024
Vitória
24ºC
Dólar Em alta
5,355

Biometria é implementada na Triagem de Viana para colher dados de 8 mil presos por ano

A Secretaria de Justiça Espírito Santo (Sejus) implementou, no Centro de Triagem de Viana, sistema de biometria digital e facial que colherá dados de 8 mil presos por ano.

Um Acordo do Cooperação Técnica foi assinado entre a Sejus e a Polícia Federal (PF) na quinta-feira (16), para interoperabilidade entre sistemas, visando a completa e correta identificação dos que estão ou ingressarão no sistema penitenciário do Espírito Santo, além de trocar informações e tecnologias.

Biometria é implementada na Triagem de Viana para colher dados de 8 mil presos por ano
Acordo foi assinado entre o Superintendente Regional de Polícia Federal no Espírito Santo, Márcio Magno Carvalho Xavier, e o Secretario de Justiça, Rafael Pacheco. Foto: PF/divulgação

“Os termos do instrumento de cooperação foram objeto de ajuste durante todo o ano de 2023, sendo formalizados mediante a assinatura do acordo firmado dia 16 de maio, após a avaliação técnica e jurídica de diversos órgãos dos entes federal e estadual e as autorizações do Governo do Estado do Espírito Santo e da Direção Geral da Polícia Federal”, diz a PF.

Foi implementada uma sala de coleta biométrica e facial dentro da Unidade Prisional Centro de Triagem de Viana, responsável pelo recebimento de todos os presos da região metropolitana da Grande Vitória (diversos municípios) para posterior realocação em outros presídios.

Na sala de coleta biométrica e facial foi instalado o ABIS/PF, que proporcionará, aos Policiais Penais Estaduais, a realização de coleta das impressões digitais e fotografias dos 8 mil detentos que passam, por ano, na Unidade.

O resultado das coletas será compartilhado no banco do Instituto Nacional de Identificação da PF, que tem mais de 50 milhões de registros), de forma online, viabilizando a realização de comparações e análises de resultados pelos Papiloscopistas Policiais Federais do Núcleo de identificação da SR/PF/ES, bem como a confecção Laudos Periciais, para encaminhamento às autoridades dos Sistemas Judiciais, Policiais e Prisionais caso verificadas ocorrências de “múltiplas identidades”, falsidades ou outras situações que demandem outras providências.

“Ressalte-se que o Acordo de Cooperação Técnica firmado se constitui como uma conquista para o Espírito Santo e corrobora a integração entre a Polícia Federal e Polícia Penal, com resultados significativos para a sociedade no quesito segurança pública”.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas