Dólar Em alta
5,271
16 de abril de 2024
terça-feira, 16 de abril de 2024

Vitória
27ºC

Dólar Em alta
5,271

Veritatis: Major de Colatina e outros das Forças Armadas são alvos

Um dos alvos da Polícia Federal (PF) na Operação “Tempus Veritatis” é o major Angelo Martins Denicoli, morador de Colatina. Além dele, em uma lista divulgada pelo G1 aparecem, pelo menos, outros 16 homens também das Forças Armadas.

Denicoli foi diretor de monitoramento e avaliação do Sistema Único de Saúde (SUS), no Ministério da Saúde, em 2020, ano da pandemia, no governo de Jair Bolsonaro, e publicou informação falsa sobre o uso da hidroxicloroquina para o tratamento do coronavírus no perfil que tem no Instagram.

“O CEO da Novartis anunciou que já tem em mãos os resultados de pesquisas que comprovam que a hidroxicloroquina mata o vírus. Tanto que a empresa vai doar 130 milhões de doses”, dizia o texto da fake news.

O major foi exonerado do Ministério da Saúde em junho de 2021. Confira os nomes divulgados pelo G1:

  • Valdemar Costa Neto, presidente do PL – partido pelo qual Bolsonaro disputou a reeleição
  • Walter Souza Braga Netto, ex-ministro da Defesa e candidato a vice de Bolsonaro em 2022
  • Augusto Heleno, ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI)
  • Anderson Torres, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública
  • general Paulo Sérgio Nogueira, ex-comandante do Exército
  • almirante Almir Garnier Santos, ex-comandante-geral da Marinha
  • general Estevam Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira, ex-chefe do Comando de Operações Terrestres do Exército
  • Tércio Arnaud Tomaz, ex-assessor de Bolsonaro e considerado um dos pilares do chamado “gabinete do ódio”
  • Filipe Martins, ex-assessor especial de Bolsonaro
  • Marcelo Câmara, coronel do Exército citado em investigações como a dos presentes oficiais vendidos pela gestão Bolsonaro e a das supostas fraudes nos cartões de vacina da família Bolsonaro
  • Rafael Martins, major das Forças Especiais do Exército
  • Bernardo Romão Corrêa Netto, coronel do Exército
  • Ailton Gonçalves Moraes Barros, capitão reformado do Exército expulso após punições disciplinares
  • Amauri Feres Saad, advogado citado na CPI dos Atos Golpistas como “mentor intelectual” da minuta do golpe encontrada com Anderson Torres
  • Angelo Martins Denicoli, major da reserva do Exército que chegou a ocupar cargo de direção no Ministério da Saúde na gestão Eduardo Pazuello
  • Cleverson Ney Magalhães, coronel do Exército e ex-oficial do Comando de Operações Terrestres
  • Eder Lindsay Magalhães Balbino, empresário que teria ajudado a montar falso dossiê apontando fraude nas urnas eletrônicas
  • Guilherme Marques Almeida, coronel do Exército e ex-oficial do Comando de Operações Terrestres
  • Hélio Ferreira Lima, tenente-coronel do Exército identificado em trocas de mensagens com o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro Mauro Barbosa Cid
  • José Eduardo de Oliveira e Silva, padre da diocese de Osasco
  • Laércio Virgílio
  • Mario Fernandes, comandante que ocupou cargos na Secretaria-Geral e era tido como homem de confiança de Bolsonaro
  • Ronald Ferreira de Araújo Júnior, oficial do Exército
  • Sergio Ricardo Cavaliere de Medeiros, major do Exército

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas