Dólar Em baixa
5,429
14 de julho de 2024
domingo, 14 de julho de 2024
Vitória
22ºC
Dólar Em baixa
5,429

Serra comemora Dia da Alfabetização com projetos e busca ativa

No dia 8 de setembro é comemorado o Dia Internacional da Alfabetização. A data foi escolhida pela Unesco a fim de lembrar sobre a importância da alfabetização no resgate ou alcance da dignidade e direitos humanos.

Em tempos de pandemia, com a impossibilidade de interação presencial no ambiente escolar, a tarefa de alfabetizar ficou prejudicada e ganhou a atenção de especialistas, que propuseram então novas formas de ensinar a ler e escrever.

Na Serra, segundo a Secretaria de Educação da Serra (Sedu), entre a população que chega perto dos 550 mil habitantes, aproximadamente 7.500 pessoas entre crianças, jovens, adultos e idosos estão em processo de alfabetização.

Busca Ativa

Mas, há outras pessoas que não estão matriculadas ou não frequentam a escola. Para alcançar esse público, a Sedu tem realizado a busca ativa em parceria com o Projeto Territórios em Rede, uma iniciativa da Fundação Vale e Cidade Escola Aprendiz.

O objetivo do Territórios em Rede é garantir o acesso e permanência de crianças e adolescentes de 4 a 17 anos na escola no município da Serra, a fim de erradicar os índices de analfabetismo, os quais são maiores na faixa etária da população adulta, segundo dados do IBGE.

O contexto de excepcionalidade da pandemia, inviabilizou até o início deste ano de 2021, a mediação presencial dos professores. Com o objetivo de garantir o acesso ao ensino, foram ofertadas Atividades Pedagógicas Não Presenciais; Cadernos Pedagógicos (materiais impressos) bem como interação por meio de alguns recursos tecnológicos.

Projetos pelo futuro da alfabetização na Serra

De acordo com a Sedu, para potencializar os processos de alfabetização e recuperar parte das aprendizagens não alcançadas em virtude da pandemia, estão sendo propostos alguns projetos para fortalecimento das aprendizagens e do processo de alfabetização, tais como:

  • Formação docente e acompanhamento de aprendizagens, envolvendo a apropriação da leitura e da escrita; tendo como horizonte a alfabetização de todas as crianças inseridas nos anos iniciais do ensino fundamental (1º aos 3º anos); considerando, também, a ideia de Continuum Curricular constituído pelo contexto de pandemia;
  • Elaboração e sistematização da Política Municipal de Alfabetização de Serra (PMAS);
  • Circuito de Saberes: projeto de fortalecimento às aprendizagens de crianças/estudantes do 6º ao 9º ano, no contraturno escolar;
  • Potencializando aprendizagens: projeto de fortalecimento às aprendizagens de crianças/estudantes, de 1º ao 9º ano, matriculadas no turno escolar;
  • Circuito Pedagógico: reorganização das/dos crianças/estudantes, em turmas de ciclos de aprendizagens.

Empenho e investimento

O secretário de Educação da Serra, Alessandro Bermudes destaca o empenho dos profissionais. Além disso, lembra dos investimentos do município na educação, principalmente neste momento de pandemia.

“Os desafios da educação ficaram ainda mais densos nesta pandemia e se não fosse o empenho dos nosso profissionais; além dos investimentos que a Prefeitura da Serra vem dispensado às nossas unidades e nosso principal patrimônio que são nossas crianças e alunos e nossos trabalhadores”; conclui Alessandro Bermudes.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas