Dólar Em alta
5,197
29 de maio de 2024
quarta-feira, 29 de maio de 2024

Vitória
26ºC

Dólar Em alta
5,197

Sindicato convoca trabalhadores em greve para manutenção de serviços

Trabalhadores da limpeza urbana entraram em greve nesta segunda-feira (22), o que prejudicou a coleta de lixo nas cidades da Grande Vitória. O Sindicato Estadual das Empresas de Limpeza Urbana do Espírito Santo (Selures) confirmou que houve prejuízos à limpeza, e afirmou que busca um acordo para o impasse. 

Em nota pública, divulgada na tarde desta segunda, o Selures declarou que solicitou uma mediação junto ao Ministério do Trabalho do Espírito Santo (MT-ES), marcada para acontecer nesta terça-feira (23). Além disso, convocou os trabalhadores para continuarem prestando seus serviços que são “essenciais para a manutenção da ordem pública”. Confira a nota na íntegra:

“O Sindicato Estadual das Empresas de Limpeza Urbana do Espírito Santo (Selures) vem publicamente  informar que, devido à Assembleia de Negociação Salarial do Sindicato dos Trabalhadores (Sindilimpe), realizada na manhã desta segunda-feira (22), os serviços de limpeza foram prejudicados nos municípios da Grande Vitória.

O Selures reafirma sua posição ao público e esclarece que continuará buscando um acordo para o impasse instalado. A associação patronal gostaria de informar que solicitou mediação, marcada para acontecer nesta terça-feira (23), ao Ministério do Trabalho (MT-ES).

O Selures convoca os trabalhadores para que continuem exercendo as suas funções, essenciais para manutenção da ordem pública, garantindo à saúde da população, especialmente neste período que são comuns as fortes chuvas de verão.”

Entenda o caso

Na manhã desta segunda-feira (22), a categoria terceirizada da limpeza urbana, representada pelo Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Asseio Conservação Limpeza Pública e Serviços Similares (Sindilimpe-ES), aprovou, em assembleia, greve por melhores salários e condições de trabalho, com início imediato.

O movimento paralisa as atividades nos municípios em que a varrição, coleta e a jardinagem são realizados por trabalhadores terceirizados, como Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica e Guarapari.

Os trabalhadores reivindicam 15% de reajuste salarial e tíquete de alimentação linear no valor R$ 1 mil de forma “fixa”, ou seja, sem descontos em caso de atestado/declarações, férias ou diferença de escala.

Os patrões, representados pelo sindicato patronal, propuseram apenas 3,71% de reajuste salarial. A categoria rejeitou o percentual proposto.

Os trabalhadores também reivindicam o pagamento do plano de saúde 100% pela empresa, tanto para os trabalhadores e trabalhadoras quanto para os dependentes, além de ampliação da cobertura, com a previsão de internação.

A categoria também reivindica que as empresas se responsabilizem pela higienização dos uniformes.

Ainda pela manhã, houve uma passeata da categoria, da sede do Sindilimpe-ES, em Gurigica, rumo ao Palácio Anchieta, no Centro de Vitória.

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas