Dólar Em alta
5,355
13 de junho de 2024
quinta-feira, 13 de junho de 2024
Vitória
24ºC
Dólar Em alta
5,355

A vida capixaba no Salão do Dorival

Quem nunca frequentou um salão e ficou sabendo das notícias, das últimas e as do passado, na sua cidade? A vida social cotidiana passa pelos salões de beleza, pelas barbearias, pelos coiffers e institutos de beleza.

A vida capixaba em especial passou pelo salão do Dorival que hoje cerrou suas portas depois de muitos anos, pra mais de 40, e vai deixar muita saudade, além das histórias e estórias que por lá desfilaram.

Dorival começou o seu ofício em São Roque do Canaã, aprendendo com o seu pai, depois veio trabalhar, com ainda 16 anos de idade, no melhor salão para homens em Vitória, o Salão Garcia, bem ali no Edifício Michelini na praça Costa Pereira. Dali já saiu para o seu próprio salão no Edifício Léa, depois para o Edifício …. dos Anjos e, por último e seu mais conhecido, o Salão Elite na Praia do Canto.

Dorival já inovou nos anos 80 porque atendia seus clientes mediante agendamento prévio, e não tinha atraso. Gerações de uma mesma família passaram pela sua tesoura, seus pentes e navalha, além das máquinas de cortar cabelo para as “podas” mais radicais.

Assim é que por lá sentaram na sua cadeira governadores, juízes, deputados, prefeitos, outras autoridades e empresários, tais como, Setembrino Pelissari, José Morais, Luiz Paulo Veloso, Edgar dos Anjos, Edson Laje, Jonice Tristão, Miguel Dalla Bernardina, Alcir Coutinho, Aldair Nunes Jr.

Craques da bola, como Zezinho da Bola, Fontana, Elcy, César (da Desportiva), profissionais da Imprensa como Carlinhos Fofoca (e seus irmãos Luizinho e Celso) e Fernando Zambom, comentarista esportivo e desportista, e o radialista Jair Batista.

Outros muitos que se tornaram seus amigos e confiavam que seus filhos, mesmo de colo ainda, tivessem o seu cabelinho aparado.

Por ocasião da despedida do ofício, Dorival apresentou alguns de seus mais antigos clientes, isto é, de mais de 40 ou 50 anos, sendo que o mais antigo mesmo é o “Tomada”, Antônio Orsini Miguez, da então Escola Técnica. Este desceu da cidade serrana, Santa Teresa, junto com o Dorival, portanto há uns 65 anos.

Com seus colegas e colaboradores, seu irmão Darly, a Juracy, a Jô, o Batista e o Zé, Dorival vai para a galeria capixaba daqueles que cumpriram o seu ofício de barbearia, com fidelidade e qualidade de excelente atendimento. Fez assim a recíproca fidelidade, de seus clientes para com ele, a ponto de se tornarem velhos amigos mesmo. Hoje todos reconhecemos no Dorival um exemplo para as novas gerações da profissão. E, como nem tudo é perfeito, Dorival é um rubro-negro chato.

Obrigado, Dorival!

​​​​​​Robson Melo
Um de seus clientes antigos

Você por dentro

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Escolha onde deseja receber nossas notícias em primeira mão e fique por dentro de tudo que está acontecendo!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Notícias Relacionadas