No duelo entre dois talentosos nomes na nova geração do tênis masculino, o alemão Alexander Zverev, de 21 anos, fez valer com autoridade a sua condição de atual terceiro colocado do ranking mundial ao arrasar o canadense Denis Shapovalov por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, em apenas 57 minutos, para assegurar neste sábado a sua classificação à final do Masters 1000 de Madri.

Cabeça de chave número 2 do importante torneio realizado em quadras de saibro preparatório para Roland Garros, Grand Slam que começa no próximo dia 27, em Paris, Zverev não deu chances para o promissor rival de 19 anos, que hoje ocupa a 43ª posição do ranking da ATP.

Com o triunfo, o alemão se credenciou para encarar na decisão deste domingo o austríaco Dominic Thiem, sétimo tenista do mundo, que foi o algoz do espanhol Rafael Nadal nas quartas de final e neste sábado eliminou o sul-africano Kevin Anderson com parciais de 6/4 e 6/2, horas mais cedo.

Com uma atuação irrepreensível neste sábado, Zverev confirmou todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra de serviço e ainda converteu todos os quatro break points cedidos por Shapovalov, que no ano passado já havia sido batido pelo mesmo adversário na semifinal do Masters 1000 do Canadá, em quadra dura, no único confronto anterior entre os dois.

Na decisão marcada para começar às 13h30 (de Brasília) deste domingo em Madri, o tenista da Alemanha vai buscar o seu oitavo título de simples no circuito da ATP e o segundo no ano, no qual também foi campeão em Munique nesta temporada de saibro.
Thiem, por sua vez, lutará para levar seu décimo troféu na carreira e também o segundo em 2018, depois de ter se sagrado vencedor em Buenos Aires, também neste tipo de piso.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *