Foto: PMV
Foto: PMV

Para auxiliar na fluidez do trânsito e melhorar o tempo dos ônibus que trafegam próximo às cabines da Terceira Ponte, a Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) vai criar mais uma faixa exclusiva para os coletivos.

A nova faixa ficará na terceira pista da avenida Desembargador Santos Neves (à esquerda), no sentido Centro, após a faixa de pedestre, no acesso à rua Duckla de Aguiar. Com a nova sinalização, os ônibus irão acessar a rua e, em seguida, a Terceira Ponte, evitando transitar pela praça do Cauê. Essa mudança visa trazer maior fluidez no trânsito desse local.

Para isso, o acesso à rua Duckla de Aguiar, que hoje está fechado, será aberto. Com essa intervenção, os ônibus não vão mais competir com os carros no entorno da praça do Cauê e no trânsito da rua Almirante Soído.

“Os ônibus vão ganhar tempo nesse novo trajeto, primeiro porque estarão numa faixa exclusiva e não precisarão disputar espaço com outros carros. Além disso, eles não precisarão fazer tantas manobras e curvas para chegar até o acesso da Terceira Ponte, como hoje é necessário. Com menos raios de giro, os ônibus poderão se desenvolver mais”, explicou o titular da Setran, Tyago Hoffmann.

Ponto de ônibus

Outra mudança prevista para ser implantada com a nova faixa exclusiva é o remanejamento do ponto de ônibus que fica na rua Duckla de Aguiar. Hoje, o ponto fica muito perto do acesso à Terceira Ponte e, no horário de pico, acaba criando uma fila de carros atrás dos coletivos, com veículos que estão vindo da Almirante Soído e da avenida César Hilal.

Com o remanejamento desse ponto, será criada uma baia de ônibus na Duckla de Aguiar, antes do acesso à rua Almirante Soído. Assim, os veículos que vêm da praça do Cauê e da César Hilal não precisarão disputar espaço com os ônibus nesse trecho, uma vez que os coletivos ficarão acomodados na baia de ônibus.

“Nosso objetivo é organizar melhor o trânsito nesse trecho de acesso à Terceira Ponte, para dar mais fluidez nesse local”, explica Hoffmann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *