Porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders foi questionada em entrevista coletiva nesta segunda-feira sobre declarações do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, que poderiam representar perspectivas negativas para a questão dos direitos humanos e se o presidente Donald Trump pretende cobrar do futuro colega uma postura de garantias sobre a questão no País. Brevemente, Sarah disse apenas que o governo dos EUA valoriza sua relação com o Brasil e pretende mantê-la, no próximo governo, sem se estender. “Trabalhamos para promover direitos humanos em todo o mundo”, comentou apenas.

Em outro momento, a porta-voz foi questionada se Trump já havia mantido algum contato para parabenizar Bolsonaro. A funcionária lembrou que esse contato por telefone já ocorreu na noite passada, como informado mais cedo. No Twitter, Trump disse mais cedo que teve uma “excelente ligação” com o presidente eleito, que ganhou a disputa “por uma margem substancial” de vantagem. “Nós concordamos que Brasil e Estados Unidos vão trabalhar juntos em comércio, defesa e tudo mais! Ligação excelente, dei parabéns a ele”, afirmou Trump.

Sarah Sanders foi ainda questionada sobre as comparações feitas por alguns entre Bolsonaro e o presidente americano. “Para mim, só há um Donald Trump”, disse apenas.

Equipe AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *