Colnago é eleito presidente do PSDB capixaba (Foto: Redação ES Hoje)
Colnago é eleito presidente do PSDB capixaba (Foto: Redação ES Hoje)

Com 126 votos o vice-governador, Cesar Colnago, vence as eleições e será o presidente do PSDB capixaba pelos próximos dois anos. A eleição da executiva estadual foi realizada neste sábado (11) com a participação de delegados de 40 municípios do Espírito Santo. Ele concorreu com o prefeito de Vila Velha, Max Filho que estava na chapa PSDB Autêntico.

Max recebeu 114 votos. Encabeçando a chapa PSDB Autêntico, Cesar Colnago contou com os apoios de nomes como Rita Camata, os secretários Vandinho (Leite) e Octaciano (Neto), o deputado Marcos Mansur, Neuzinha Oliveira; o secretário estadual de Turismo, Nerleo Caus; o diretor do Iema Anselmo Tozi;  o prefeito de Sooretama Alessandro Broedel; e o prefeito de Pedro Canário, Bruno “Cinco Estrelas”.

A eleição foi bem acirrada, com um grupo tucano tentando impedir que o vice-governador concorresse. O que para ele foi um “cavalo de batalha”: “Entendendo que minha vida e história no partido, participação da executiva durante muitos anos e a experiência de quando cheguei à presidência do partido em 2011, me credenciam a isso. Reestruturei o PSDB, fiz muitos contatos com as bases para enfrentarmos as eleições. Onde já se viu uma pessoa com mandato e história no partido não poder concorrer? Uma meia dúzia de pessoas fez um cavalo de batalha para impedir meu nome, mas o resultado mostra que a maioria não comungava com isso”.

O presidente eleito disse que sua meta é fazer do partido uma sigla forte no ES. “Queremos um PSDB afinado e organizado em todos os municípios, coisa que hoje não tem”. Para as eleições de 2018, Colnago destacou que o partido, em nível nacional, estará unido no objetivo de eleger o presidente da República. E, no que diz respeito ao estado, fará todo possível para eleger deputados federal e estadual e, ainda, senão fizer o governador, uma aliança para cabeças de chapa.

“Nossa prioridade é tirar o país dessa crise com um presidente competente e com compromisso social para reconduzir o país no eixo, com um desenvolvimento como fizemos no Governo FHC. A segunda tarefa é participar diretamente das eleições estaduais majoritárias, com candidaturas ao Senado e Governo ou discutindo possibilidades de aliança nesse campo. E, principalmente, fazendo deputados federais e estaduais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *