Carlos Henrique (Técnico Geração-Doctum)Campeão do Estadual de 2017 à frente da seleção de Anchieta, o treinador do Geração/Doctum, Carlos Henrique Simões vive uma das suas melhores fases e pode disputar no dia 12 deste mês na Arena AERT, mais uma final, desta vez do Campeonato Metropolitano Masculino de Beach Soccer.

Mas para isso tem que passar sábado que vem (05) por um adversário “indigesto”, o Rio Branco, uma das equipes mais fortes e tradicionais equipes da competição.

Geração/Doctum e Rio Branco venceram os seus dois jogos no campeonato e lideram a chave com seis pontos. E quem vencer faz a final contra CTM, UVV ou Juventude.

“Atualmente este é um dos grandes jogos que temos em nosso Estado, que já teve embates tradicionais com equipes lendárias como: Praia do Suá, Cachamel, Alcatraz, entre outros. Então temos grande responsabilidade, tanto nós quanto eles, que é de manter alto padrão de jogo, como rege a tradição do nosso Estado”, destacou.

Segundo Carlos, por esta grande tradição é impossível apontar um favorito.”Até porque são estilos de jogos bem diferentes. O Rio Branco tem um jogo posicional muito bom, com uso do goleiro e vitalidade incrível dos jovens – que já são realidade – e que tem condições de matar o jogo no poderio dos seus contra ataques”, avaliou.

“Já o Geração tem uma cadência de jogo que valoriza mais a posse de bola e a frieza dos mais velhos. Não é qualquer equipe que tem João Vitor, Maguinho e Mascote, todos já campeões com a seleção capixaba de futebol de areia, entre outros tantos títulos e experiências na carreira”, acrescentou. “Será um jogo que todo mundo quer realmente jogar e assistir”, finalizou.

Terceira rodada define finalistas masculinos

A principal atração da terceira rodada do Campeonato Metropolitano é a definição dos finalistas masculinos, já que Rio Branco (Chave A) e São Pedro (Chave B), ambos com seis pontos, garantiram vagas na grande final do Campeonato Metropolitano de Beach Soccer Feminino, na segunda rodada da competição disputada sábado passado (28), na Praia de Camburi, em Vitória.

Rio Branco e Geração/Doctum, com seis pontos, decidem a vaga em um dos jogos mais esperados da competição, pela Chave B.

Pela Chave A, o favorito à conquista da vaga é o CTM, de Anchieta, única equipe com seis pontos. UVV e Juventude estão com três pontos e ainda podem se classificar.

No dia 5 de maio, pela terceira e última rodada da fase classificatória, jogarão, na Arena AERT< em Bairro de Fátima, na Serra, as equipes masculinas na quadra 1 e as femininas na quadra 2.

Na quadra 1 (masculino) jogam às 8 horas: Bom de Bola x Juventude; às 9 horas: Rio Branco x Geração/Doctum; às 10 horas: UVV x CTM e às 11 horas: Meninos da Ilha x UFES.

Na quadra 2, pelo campeonato feminino, jogarão, nos mesmos horários: Rio Branco x CTVV; São Pedro x Inter; Galáticas x CTM e Capixaba x Vila Velhense.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *