Uma família perde sua filha. O que seria um luto ganha contornos dramáticos quando histórias ocultas começam a ser reveladas. Inspirada em “Senhora dos Afogados”, texto clássico de Nelson Rodrigues, a turma do Curso Técnico em Teatro, II módulo, da Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi, apresenta “Senhora, Afogai”, adaptação do original do dramaturgo pernambucano.

O trabalho conta com a direção geral, preparação corporal, teórica e vocal dos instrutores da instituição: Antônio Apolinário, Roberta Portela, Nícolas Corres e Nieve Matos. As apresentações acontecem nos dias 08 de agosto, terça-feira, às 19h30, no Teatro do Sesc, no Centro de Vitória, e no dia 11 de agosto, sexta-feira, às 19h30, no Teatro do Centro Cultural Frei Ubaldo Civitella, no município de Cariacica.

A encenação surgiu na disciplina Exercício Cênico II, a partir do trabalho de investigação e experimentação proposto pelo instrutor Antonio Apolinário, aos alunos, com base no texto de Nelson Rodrigues. A partir deste ponto eles começaram um laboratório continuado em cima da ação dramática por meio das disciplinas de Interpretação, Linguagens do Corpo, Expressão Vocal, História Social do Teatro e Literatura Dramática.

“Essa Interdisciplinaridade tem como objetivo permitir aos alunos possibilidades diversas de vivenciar, testar e experimentar na prática os conceitos estudados e fomentados previamente nas aulas. E, consequentemente, a aplicação destes junto às montagens de cenas e espetáculos teatrais” explica Antonio Apolinário.

A escolha pelo texto de Nelson Rodrigues se deu pela possibilidade dos atores-alunos terem a oportunidade de explorar diversos campos da produção teatral como a criação e a pesquisa, além de elementos característicos da encenação como a iluminação, o figurino e a cenografia. “São camadas, “peles” da mesma materialidade da arte do ator – pois nascem do processo de criação na sala de ensaio -, estímulos provocativos para os atores criadores em desenvolvimento continuado”.

Para Antonio Apolinário, no teatro, a arte se dá pelo encontro entre o público e os atores. “A arte do teatro é por excelência a arte do encontro e da presença. E, sendo assim, faz-se necessário compartilhar com os espectadores a obra criada pelos artistas da cena, pois é esse seu sentido maior. E é justamente nesse rito de comunhão com a plateia que sua arte se torna viva”.

Serviço
Senhora, Afogai
Quando: 08 de agosto, terça-feira, às 19h30
Onde: Teatro SESC Glória – avenida Jerônimo Monteiro, 428, Centro de Vitória
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)
Classificação: 12 anos

Quando: 11 de Agosto de 2017 às 19h30
Onde: Teatro do Centro Cultural Frei Ubaldo Civitella – avenida Expedito García, 220 – Campo Grande, Cariacica
Classificação: 12 anos
Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *