Terminou sem acordo a negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sindirodoviários-ES) e o Ministério Público do Trabalho (MPT-ES) sobre o reajuste salarial referente ao Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017. O encontro começou as 11h desta quinta-feira (7), mas não avançou. Uma nova audiência de mediação está marcada para o próximo dia 13, às 10h30.

O Acordo Coletivo de Trabalho está vencido há mais de um mês. Após quatro tentativas rodadas de negociação sem sucesso, o Sindirodoviários foi ao Ministério Público do Trabalho para mediar o impasse e tentar evitar uma greve.

“Os empresários não oferecem nenhum reajuste à categoria e ainda ameaçam utilizar a nova lei trabalhista contra nós. Acionamos o Ministério Público numa tentativa de resolver sem que haja greve”, disse ao ESHOJE o presidente do Sindirodoviários, Edson Bastos.

Dentre as reivindicações dos rodoviários está o reajuste de 5% sobre o que é pago atualmente. Segundo Edson Bastos, os empresários querem congelar o salário até o fim do ano que vem e ele entende que, apesar da alegação de crise econômica, não é justo que os trabalhadores não tenham reajuste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *