A Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC) afirma que 50% das mulheres têm alguma queixa relacionada à queda dos fios. Entre os fatores que podem estar relacionados a um número tão expressivo estão fatores hormonais, gravidez, anemia, fatores emocionais, como o estresse e o uso de produtos químicos/alisamento ou chapinha. A dermatologista Waldéria Stephani Ribeiro tira algumas dúvidas sobre o tema.

Qual a diferença entre queda de cabelo e calvície feminina?
A queda de cabelo pode estar relacionada a vários fatores, como estresse, dermatite seborreica, gravidez, anemia, alteração da tireoide, medicamentos e ausência de determinadas vitaminas. Já a calvície feminina está relacionada com fatores hereditários onde ocorre uma miniaturização dos folículos enfraquecendo os fios desde a raiz.

Tanto a queda de cabelo como a calvície feminina tem cura?
A queda de cabelo tem tratamento, desde que o paciente procure um médico dermatologista para saber a causa especifica, através de exames laboratoriais e tricoscopia. Identificada a causa inicia-se o tratamento e obtemos a cura. A calvície feminina tem tratamento, mas não podemos afirmar sua cura, devendo a paciente estar fazendo acompanhamento e manutenção do tratamento com seu dermatologista.

O inverno é o período do ano mais propício para a queda de cabelos?
Sim. A tendência de queda é maior no inverno porque as pessoas costumam tomar banho com água mais quente. Isso aumenta a oleosidade do couro cabeludo, o que favorece a dermatite seborreica (caspa) e contribui com a queda. 

A queda de cabelo pode aumentar durante a gravidez?
Durante a gestação é mais comum os fios ficarem mais grossos, deixando o cabelo mais cheio e diminuindo a queda. Geralmente, a queda ocorre entre o segundo e o sexto mês pós-parto e seu tempo de duração é de aproximadamente três meses podendo chegar a um ano. Quando a queda acontece durante a gravidez, as causas devem ser investigadas, pois podem ser resultado de desequilíbrios hormonais ou anemia. 

Usar bonés e chapéus contribui para a queda de cabelos?
Sim. Isso ocorre porque eles contribuem para o aumento da oleosidade dos fios, facilitando o aparecimento da caspa e favorecendo a queda do cabelo. 

Lavar o cabelo todo dia aumenta a queda dos fios?
Não, mas é preciso tomar alguns cuidados. Quem tem cabelos oleosos pode lavá-los diariamente, desde que não lave à noite e nem use água muito quente. Dormir com o couro cabeludo úmido vai contribuir para a queda. 

Como tratar a queda de cabelo?
Primeiramente, é preciso ir a um dermatologista. Ele fará uma avaliação médica buscando identificar as causas através de exames de sangue e tricoscopia. Após a identificação da causa opta-se por tratamento medicamentoso e tópico através de shampoos e loções antiquedas. 

Quais são os tratamentos para a calvície?
Uma das novidades é o uso do minoxidil de forma oral, que ajuda na estimulação do crescimento dos fios. Além do uso oral de medicamentos específicos, a indicação é a mesoterapia capilar ou microagulhamento capilar com aplicação de medicamentos no couro cabeludo, como biotina, pantenol, finasterida, minoxidil e outros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *