indústria eletroeletrônicaO Espírito Santo teve queda de -0,8% na produção industrial de outubro para novembro de 2018, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar do aumento de 0,1% no período, ouve queda em nove dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no período.

As principais quedas ocorreram em Goiás (-6,2%) e no Amazonas (-3,5%). Também tiveram queda os estados do Rio de Janeiro (-2,2%), Pará (-1,3%), Bahia (-1,2%), Santa Catarina (-0,9%) e Mato Grosso (-0,4%). A região Nordeste, também pesquisada em seu conjunto de nove estados, teve uma queda de 0,8%.

Apenas seis locais tiveram alta: Pernambuco (1,4%), Paraná (1,1%), Ceará (0,9%), São Paulo (0,7%), Minas Gerais (0,7%) e Rio Grande do Sul (0,4%).

Outros comparações

Na comparação com novembro de 2017, a indústria nacional recuou 0,9%, comportamento seguido por oito dos 15 locais pesquisados, em especial Goiás, que teve queda de 14,2%. Sete locais tiveram alta, sendo a maior delas anotada no Rio Grande do Sul (12,7%).

No acumulado do ano, a indústria avançou 1,5%. Doze dos 15 locais tiveram alta no período, com destaque para o Pará (9,9%). Os três locais com queda na produção foram Goiás (-4,7%), Espírito Santo (-1,3%) e Minas Gerais (-1,2%).

Já no acumulado de 12 meses, a indústria nacional cresceu 1,8%. Nessa comparação, também 12 dos 15 locais pesquisados tiveram alta, sendo a maior delas no Pará (9,7%). Os locais em queda foram Goiás (-4,1%), Espírito Santo (-1,6%) e Minas Gerais (-1,2%).

Com informações de Agência Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *