A produção de minério de ferro pela Vale no terceiro trimestre do ano bateu novo recorde ao somar 104,945 milhões de toneladas, aumento de 10,3% em relação a igual período do ano anterior. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, o aumento foi de 8,5%. No acumulado do ano a produção alcançou 283,652 milhões de toneladas, crescimento de 3,1%.

A Vale informa, no relatório de produção divulgado na manhã desta segunda-feira, 15, que no terceiro trimestre alcançou o ritmo de produção de 400 milhões de toneladas anuais. A companhia reiterou, ainda, a meta de produção de 390 milhões de toneladas de minério de ferro para este ano e de 400 milhões de toneladas de 2019 em diante, conforme o divulgado no final do ano passado.

A Vale frisou que a qualidade de seu minério de ferro melhorou, sendo que em média alcançou 64% no trimestre em análise, ante 63,8% no segundo trimestre do ano. Segundo a companhia, o S11D representou no trimestre uma maior participação de vendas de produtos classificados como premium, indo a 79%, ante 77% no trimestre anterior.

O ritmo de produção do S11D está em 70% e a produção anual neste ano ficará entre 50 milhões de toneladas e 55 milhões de toneladas, no limite superior do guidance divulgado pela empresa.

A produção de pelotas pela vale também registrou recorde no terceiro trimestre do ano, com 13,879 milhões de toneladas, aumento de 8,7% em relação ao observado no mesmo período do ano anterior. Na comparação com o segundo trimestre, o aumento foi de 8,1%. No ano até setembro o volume produzido de pelotas chegou em 39,497 milhões de toneladas, expansão de 5,6%.

A Vale destaca no documento divulgado nesta manhã que com tal desempenho, juntamente com o reinicio da planta de pelotização de São Luís no terceiro trimestre, levará a mineradora a atingir sua meta de produção de pelotas para o ano, de 55 milhões de toneladas e de 60 milhões de toneladas em 2019.

Vendas

A vale seguiu com sua estratégia de aumentar seus estoques de minério de ferro offshore, que ficam mais próximos de seus clientes. Com isso, atingiu recorde de vendas de minério, com 98,2 milhões de toneladas no terceiro trimestre, de 83,976 milhões de toneladas, aumento de 9,4% ante o visto um ano antes. Esse volume considera, por exemplo, minério de terceiros. Ante o trimestre imediatamente anterior o aumento foi de 14,6%.

Fernanda Guimarães
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *