Karen Manzoli
redacao@eshoje.com.br

andreA Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP) prendeu André Nunes Santos, 20, um dos criminosos que participaram da troca de tiros com um agente penitenciário da Sejus. O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira, 31, no bairro Morada de Santa Fé, em Cariacica, atingindo uma van escolar.

Segundo o delegado Fabiano Rosa, o agente penitenciário contou que foi surpreendido pelos assaltantes montados numa moto por volta das 6h25min, enquanto esperava o coletivo para ir trabalhar. O agente tem 31 anos e trabalhava há cerca de três anos como servidor efetivo.

Ele contou, ainda, que a pessoa que estava na garupa moto estava armada com uma pistola .40, e pediu que ele entregasse o celular. O agente fingiu que pegaria o telefone na mochila, mas pegou a arma. A reação dos bandidos foi descer da moto e correr – cada um para lados distintos – atirando para todas as direções.

Em seguida, ele viu uma van de escola parada, e foi informado pelo motorista que os tiros atingiram de raspão três crianças, um jovem de 16 anos , que foi atingido no pé,  e mais duas meninas, de seis e dez anos.

André Nunes disse que não sabia que o colega estava armado. Ele era quem conduzia a moto e foi encontrado pelos Policiais Militares com um tiro no braço direito, um ferimento de raspão nas costas, às margens da BR 262. A PMES o socorreu ao Pronto Atendimento de Itacibá e em seguida André foi levado à delegacia.  O comparsa ainda não foi identificado.

O delegado conta também que os assaltantes já tinham feito outras duas vítimas no mesmo bairro antes de abordarem o agente: um motorista, de 43 anos, e uma estudante, de 18. O aparelho da jovem foi recuperado.

Segundo o delegado, André Nunes, em depoimento, revelou algumas informações que podem ajudar a solucionar o caso, mas elas não serão divulgadas para não atrapalhar as investigações. A perícia vai identificar se os disparos que atingiram as crianças saíram da arma dos criminosos ou do agente.

O prisioneiro vai ser autuado por tentativa de latrocínio, e roubo qualificado, em razão do emprego de arma de fogo e das duas outras vítimas. Todas as vítimas já foram liberadas e passam bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *