O presidente Edney Costa foi afastado das atividades do clube. Foto: Henrique Montovanelli / Assessoria de imprensa da Desportiva
O presidente Edney Costa foi afastado das atividades do clube. Foto: Henrique Montovanelli / Assessoria de imprensa da Desportiva

O presidente eleito da Desportiva Ferroviária, Edney José da Costa, que tomaria posse em janeiro de 2018, foi preso em uma operação da Polícia Federal, na tarde da última quarta-feira (06), em Vila Velha. Na ocasião, também foram apreendidos 246 kg de cocaína, nas proximidades dos bairros Cobilândia e Rio Marinho.

De acordo com a Polícia Federal, a droga estava pronta para ser encaminhada ao porto de Vila Velha e estava alojada dentro de um container, misturada a uma carga de milho. Além de Edney, outras seis pessoas também foram presas.

Por meio de nota, a Desportiva Ferroviária informou que a diretoria do clube decidiu pela suspensão de Edney até que o caso seja esclarecido, também respeitando os direitos de defesa do presidente eleito. Ainda segundo a nota, uma reunião entre a diretoria e o Conselho Deliberativo do clube será convocada para discutir a questão, tomar medidas cabíveis e avaliar a possibilidade de novas eleições. O futebol profissional segue em atividade

Droga foi apreendida durante a operação da PF em Vila Velha. Foto: Polícia Federal
Droga foi apreendida durante a operação da PF em Vila Velha. Foto: Polícia Federal

drogas02

Ainda segundo a Desportiva, não será permitido o acesso da imprensa ao clube nesta quinta-feira (07) e sexta-feira (08), inclusive durante os treinamentos da equipe.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *