A Prefeitura de Aracruz intensificou fortemente o combate ao transporte clandestino no município. Os fiscais da Secretaria de Transportes e Serviços Urbanos estão realizando operações de fiscalização em veículos que estejam fazendo transporte clandestino através do aplicativo Uber. Os condutores dos veículos detidos pelos fiscais são autuados e pagam uma multa de R$ 2500 em consonância com o artigo 19, parágrafo 6, inciso IV da Lei 3.741/2013.
O secretário, Luiz Fernado Meier disse que a Prefeitura está mais rígida na fiscalização para impedir a atuação desse tipo de transporte. Meier destaca também que os carros não cadastrados como táxi ou transporte escolar não podem atuar em Aracruz. “Estas ações de fiscalização são imprescindíveis para a segurança da mobilidade dos usuários do transporte em Aracruz. Transporte clandestino não segue lei, não passa por fiscalização nem vistoria, é um risco para a população”.
Para o prefeito, Jones Cavaglieri, “o transporte clandestino representa grande risco para a segurança dos usuários, pois não se pode garantir que os veículos que o realizam tenham as condições necessárias para tal tipo de serviço, que estejam em bom estado de conservação, nem tampouco que seus motoristas sejam qualificados para a função”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *