blitz da PM“Adorei sair na rua e encontrar com eles. Primeiro tive medo, achei que tinha acontecido alguma coisa ruim, mas depois soube que era o efetivo nas ruas, reforçando a nossa segurança. É muito bom poder sair e sentir que vou voltar para casa com segurança”. A afirmação é dona de casa Cida Reis, moradora do bairro Jardim Camburi, em Vitória. Ela encontrou mais policiais nas ruas nesta terça-feira (14), dia em que uma ação programada foi realizada pela PMES não só na região, como nos bairros de Jardim da Penha, Mata da Praia, Bairro República e Goiabeiras – todos localizados na região norte da capital capixaba.

A boa surpresa também foi sentida pela professora Berenice Rodrigues, que mora e atua em Jardim da Penha. “Nós temos esse direito, de nos sentirmos seguros e tranquilos de irmos as ruas. As vezes só sair do prédio e atravessar a rua, até uma padaria, por exemplo, é situação de risco. Eu mesma já fui assaltada aqui na porta, mesmo morando em uma rua movimentada. Operação policial de reforço de segurança é um direito, mas temos que parabenizar os policiais. Gostei de ver, embora tenha tomado um susto, que até o helicóptero da PM está sobrevoando”.

operacao policialOs moradores podem comemorar, pois, segundo o coordenador da operação desta terça, Major Carlos Magno, a intensificação da segurança será uma constante em toda região. Ele explicou que percebeu a desconfiança dos moradores de todos os bairros onde a polícia passou, e ao mesmo tempo, sentiu satisfação.

“Nós circulamos também o comércio, dando informações sobre cuidados com a segurança e buscando aproximação com a comunidade. Vimos que as pessoas estavam preocupadas, mas que estavam satisfeitas de verem a polícia nas ruas. O que aconteceu foi uma ação de iniciativa própria da instituição, de forma educativa para dicas de segurança  – visando evitar roubos de forma geral e para aproximar mais da instituição”, explicou.

helicopetro da PMESNesta terça, além de conversar com a população, foram montadas blitze em locais de grande concentração e apenas em Bairro República houve apreensão de drogas. Sobre o helicóptero, Major Carlos Magno explicou que o veículo sempre fará parte das ações, como inibidor de crimes e para atuar em casos específicos.

“O helicóptero tem fator inibidor de crimes, e como são pontos de bloqueios pelas viaturas, além de sobrevoo, fica de sobreaviso no hangar, caso haja ocorrência mais grave”.

Fim de ano
Com a chegada do fim do ano, a expectativa de aquecimento no comércio já deixa a população preocupada. Mas, de acordo com a Polícia Militar, a atuação reforçada será intensificada ainda mais. “A operação tem relação com a chegada do fim do ano e será intensificada, sobretudo em dezembro, por conta do comércio que aquece e vamos usar todos os esforços possíveis”, explicou o major.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *