por Paulo Cesar Dutra

Ricardo_Casagrande_PauloRola na mídia eletrônica uma foto onde aparecem o senador Ricardo Ferraço, o ex-governador Renato Casagrande e o governador Paulo Hartung que se uniram em 2002 para formar o IIIº Reich da Política capixaba para durar mil anos. Só que aconteceram as debandadas e Hartung que tenta sua quarta eleição de governador.

Para um reino durar mil anos, teria de ser realmente bom e forte. Tal governo régio não poderia ser planejado, empossado e mantido pelo mero homem, nem por uma sucessão de homens. Segundo as genealogias mais antigas, o homem Matusalém, no sudoeste da Ásia, viveu mais que qualquer outra criatura humana na terra. Mas nem mesmo ele atingiu um milênio, faltando-lhe trinta e um anos.

Em nossos próprios tempos modernos, a expectativa de vida do homem está muito longe desta idade extraordinária. Aqui no Estado, João Punaro Bley foi o governante que por mais tempo exerceu o poder, por 13 anos, de 1930 a 1943. O governador Paulo Hartung, no final deste ano completa 12 anos de mandato. E se for reeleito e cumprir todo o mandato, passará a ser o mandatário capixaba com mais tempo de poder.

TendTudo  abre duas lojas no Estado
A holding BR Home Centers irá iniciar este mês sua operação no estado do Espírito Santo. A empresa carioca, que nasceu em 2010 a partir da fusão das redes TendTudo e Casa Show, conta hoje com 25 lojas físicas, com atuação nacional, além de uma loja virtual. Para iniciar sua operação no mercado capixaba, a BR Home Centers comprou duas lojas D&D Home Center, do grupo Dadalto, que serão relançadas sob a marca TendTudo.

O evento de lançamento da primeira loja TendTudo do estado, será na próxima terça-feira, 27/03, às 11h, em Serra. Na ocasião, os executivos do grupo BR Home Centers farão uma visita guiada pela nova loja e irão também falar, em primeira mão, com a imprensa, sobre a chegada da holding no estado do Espírito Santo. Os planos, as expectativas e as próximas novidades. Além de comentar também a compra duas 2 lojas D&D.

Porto de Vitória
A senadora Rose de Freitas (MDB-ES) se reuniu hoje, dia 23, sexta-feira, com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, para tratar da manutenção dos recursos para obras do Porto de Vitória. Ao todo, serão investidos R$ 240 milhões em três projetos que se encontram em fase avançada. O objetivo é evitar possíveis interrupções na construção do Cais do Atalaia; na implantação do sistema de radares VTMIS e na cadeia de logística inteligente – que  contempla reforma dos portões de acesso e implantação de tecnologia para controle das filas de caminhões.

Rose explicou ao ministro o estágio dessas obras e reforçou que os projetos serão concluídos ainda este ano. De acordo com o diretor-presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luis Claudio Santana Montenegro, a continuidade refletirá em novos investimentos.“Os recursos são muito importantes para o Porto, inclusive para futuros contratos de investimentos na operação portuária que estamos discutindo com o mercado. Alguns já foram qualificados no PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) como o terminal de graneis no Cais de Capoaba, por exemplo”, explicou Montenegro.

Todo mundo rezando
“Devido à Semana Santa?”. O leitor certamente não entendeu o que a santa semana, cujo feriado é apenas na sexta-feira que vem, tem a ver com o adiamento do caso Lula. Nós explicamos – com vergonha alheia, mas explicamos: os servidores públicos Federais, valendo-se de uma lei anacrônica (5.010/66), são melhores que nós outros e têm folga legalmente garantida a partir de quarta-feira, inclusive.

Nunca antes na história desse país?
Sem ares de ineditismo, por favor. O barulho em torno da possível prisão de Lula pode ser justificado por vários motivos, mas não se venha com um “nunca antes na história desse país”. Com efeito, isso se prova com fatos. Não foi um, nem foram dois os presidentes que já estiveram no xadrez. Foram cinco: Hermes da Fonseca, Washington Luís, Artur Bernardes, João Fernandes Café Filho e Juscelino Kubitschek. Lula será o hexa? Quem viver, verá.

Salvo conduto
A rigor, sendo coerente, todos os que impetraram Habeas Corpus – HC no Supremo Tribunal Federal – STF, e não tiveram ainda analisado seu pedido, deveriam ter um salvo-conduto. E mais, os presos deveriam ser soltos até que se decida quando irão decidir.

Lambança
O Supremo Tribunal Federal – STF ontem, quinta-feira, 22, fez uma verdadeira lambança jurisdicional. Os posts da internet, referindo-se ao “decidiram que iriam decidir se decidiam a decisão” é sintomático. Quando a coisa não se explica, é porque não é boa. E, quando se trata de Justiça, é o caos.

Fake news, termo que assusta
Um padre que apresenta um programa de TV deverá indenizar, por danos morais, o deputado Federal Jean Willys. O padre divulgou que Willys era relator de um suposto Projeto de Lei – PL que permitiria a legalização do casamento entre pessoas e animais. O juiz de Direito substituto Manuel Eduardo Pedroso Barros, da 21ª vara Cível de Brasília, observou que as informações foram retiradas de um site conhecido por divulgar fake news. “A ausência total de cautela na divulgação de informação, por pessoa que tem acesso ao público pela mídia televisiva não pode ficar impune”.

Jerônimo Monteiro
A trajetória histórica de Jerônimo Monteiro é o tema do livro que o Arquivo Público do Estado do Espírito Santo lança na segunda-feira (26), no Palácio Anchieta, às 18h30.  A obra, ilustrada com 114 fotografias do seu governo, é uma versão ampliada da original, escrita pela historiadora Maria Stella de Novaes. Vol. 24 da Coleção Canaã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *