Foto: Divulgação / PMV
Foto: Divulgação / PMV

As paneleiras de Goiabeiras vão produzir e vender a tradicional torta capixaba a partir da próxima terça-feira (27). A torta pequena, que serve quatro pessoas, custará R$ 120; a média, para seis pessoas, R$ 140; e a maior, para oito, R$ 170. O valor inclui a panela de barro.

Os moradores e turistas interessados em comprar o tradicional prato da culinária capixaba durante a Semana Santa devem ir à rua Leopoldo Gomes Sales, 94, em Goiabeiras. Lá funciona, provisoriamente, o restaurante das paneleiras, uma vez que o galpão da associação está sendo reformado.

Segundo a presidente da Associação das Paneleiras de Goiabeiras, Berenícia Correa Nascimento, a venda vai ocorrer das 8 às 20 horas. “As pessoas podem ir diretamente ao endereço, que fica no caminho para o galpão, ou entrar em contato pelo telefone 99899-1055. A torta será feita por nós, paneleiras, com muito carinho e estará muito saborosa”, disse.

Referência

“Os turistas terão a oportunidade de descobrir a cultura capixaba e de conhecer a centenária arte da criação das panelas de barro, uma das principais referências de Vitória, em especial durante a Semana Santa, além de comprarem a verdadeira panela de barro com a torta capixaba”, disse o presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória, Leonardo Krohling.

História

A fabricação artesanal das panelas de barro é ofício das paneleiras de Goiabeiras, constituindo um saber passado por gerações há mais de 400 anos. A técnica utilizada é de origem indígena, caracterizada por modelagem manual, queima a céu aberto e aplicação da tintura de tanino. Esse saber foi apropriado dos índios, por colonos e descendentes de escravos que vieram ocupar a margem do manguezal.

A panela de barro de Goiabeiras, a torta e a moqueca capixabas são ícones da identidade local. O ofício das paneleiras foi reconhecido como Patrimônio Cultural Brasileiro, registrado em 2000, no Livro dos Saberes, do Instituto do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *