O Palmeiras não se intimidou diante do Grêmio fora de casa nesta quarta-feira, propôs o jogo, fez pressão e impôs dificuldades aos mandantes, acostumados a verem rivais na retranca na Arena. Em duelo equilibrado e brigado, o time de Roger Machado venceu por 2 a 0, com dois de Willian.

O resultado levou o Palmeiras a 17 pontos, na terceira colocação, enquanto o Grêmio parou nos 16, agora em sexto. As duas equipes volta a campo no domingo, às 16 horas. Enquanto os paulistas visitam o Ceará, os gaúchos recebem o América-MG.

Era grande a expectativa de um bom jogo em Porto Alegre e elas foram correspondidas em campo. Os visitantes precisaram de menos de menos de três minutos para mostrarem ao Grêmio que o jogo não seria fácil. Marcos Rocha chutou rasteiro pela ponta direita e assustou Grohe. De fora da área, Willian mandou na trave. E a pressão continuou. Só aos cinco minutos o Grêmio conseguiu trabalhar a bola.

Sofrendo pela forte marcação avançada do Palmeiras, o Grêmio achou nos chutes de longe e nas jogadas pelas laterais formas de tentar surpreender os rivais no primeiro tempo. As melhores chances tricolores surgiram desta forma. Leonardo e Luan, de fora da área, pararam em Jailson. Mas era o Palmeiras quem propunha o jogo.

Acuado em casa, o Grêmio decidiu “esfriar” a partida, valorizando a posse de bola e apostando na troca de passes no meio-campo. Sem conseguir passar da zaga alviverde, via-se envolvido nos contra-ataques. Aos 37, após dividida de Hyoran na entrada da área, a bola sobrou para Willian chutar de primeira e, mais uma vez, acertar a trave.

Na segunda etapa, os primeiros vinte minutos foram menos intensos que o primeiro tempo, mas ainda com Grêmio e Palmeiras achando espaços e tentando aproveitar oportunidades. Aos sete, pela direita, Arthur tentou cruzar, a bola encobriu Jailson e acertou a trave. Os alviverdes mostravam velocidade e levavam perigo nos contra-ataques.

Vendo o Grêmio crescer no jogo, o Palmeiras botou velocidade e foi numa jogada rápida que abriu o placar. Pela esquerda, Dudu passou por Jailson e viu Willian correr para perto da pequena área. No lançamento, o camisa 29 bateu de primeira na bola, sem chance para Grohe.

À frente no placar, o Palmeiras passou a jogar no erro do Grêmio. Em cruzamento pela direita de Hyoran, Leonardo tentou interceptar, mas a bola chegou em Willian. Ele avançou e chutou na saída de Grohe para ampliar. O Grêmio até tentou reagir, mas não dava mais tempo.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 0 X 2 PALMEIRAS

GRÊMIO – Marcelo Grohe; Leonardo, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Jailson), Arthur (Thonny Anderson), Lima (Pepê), Luan e Everton; André. Técnico: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS – Jailson; Marcos Rocha, Luan, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Lucas Lima), Moisés (Jean) e Hyoran; Dudu e Willian. Técnico: Roger Machado.

GOLS – Willian, aos 21 e aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Dudu, Moisés, Felipe Melo, Hyoran, Bruno Henrique e Luan.

ÁRBITRO – Rafael Traci (PR).

PÚBLICO – 26.566 pagantes (28.664 total).

RENDA – R$ 889.315,00.

LOCAL – Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Matheus Lara
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *