inss___dayana_souza__2_-135231A Polícia Federal no Espírito Santo, através da Força Tarefa Previdenciária, deflagrou, na manhã desta terça-feira (16), a Operação “La pensão è mobile”, com o objetivo de combater fraudes previdenciárias. A operação contou com a participação de 17 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de 3 mandados de busca e apreensão nas residências do investigado. Até o momento, estima-se que o prejuízo aos cofres do INSS atingiu quase meio milhão de reais.

ENTENDA O CASO

A Polícia Federal identificou uma organização criminosa que atuava na obtenção de benefícios fraudulentos do Instituo Nacional de Seguridade Social (NSS), amparados em documentação falsa, criando segurados fictícios. Os valores dos benefícios eram recebidos pelos membros do grupo criminoso que se passavam por procuradores do titular.

Visando potencializar os ganhos, além dos saques o fraudador também realizava empréstimos consignados junto a financeiras.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão pelo crime de estelionato qualificado, Artigo 171, §3º, e associação criminosa, Artigo 288, ambos do Código Penal cuja soma das penas poderá ultrapassar 8 de reclusão.

Cometários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *