TRANSCOL1

O ônibus do sistema Transcol, que faz a linha 795 (Alice Coutinho x Terminal de Itacibá), e caiu de uma ribanceira e deixou cinco pessoas feridas na noite da última quarta-feira (19) ainda não foi retirado do local.  A previsão é que isso seja feito ainda na tarde desta quinta (20). Além de uma casa atingida, que ficou completamente destruída, outras quatro foram interditadas por apresentar riscos de as paredes tombarem com a remoção do veículo.

O guincho até foi ao local, no entanto, como existe o risco de desabamento de terra, o veículo não pode ser retirado. Segundo a Defesa Civil Municipal, é preciso que a terra seja removida primeiro.

Não há registros de mortes no local. O ônibus, que faz a linha 795 (Alice Coutinho x Terminal de Itacibá), estava no ponto final do bairro. O motorista voltava de ré para acessar a via e retornar para o terminal, quando caiu na ribanceira.

Segundo o secretario de Defesa Social de Cariacica, Alexandre Fraga Ribeiro, a retirada do veículo será feita pela empresa responsável e ainda não há informações sobre as causas do acidente.

“As famílias das residências vizinhas estão na casa de parentes. Muitas se encontram na região aguardando o retorno, mas isso não será possível até que o veículo seja retirado e a defesa civil avalie tecnicamente para ver se há segurança”, afirmou Ribeiro.

Ainda segundo a Defesa Civil, uma adolescente de 17 anos está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil, em Vitória. Ela sofreu desmaios, terá pontos na mão/ cabeça e está em observação. O filho dela, de um ano e quatro meses está no Pronto-Socorro da mesma unidade com dois cortes superficiais na cabeça e sem fratura.

O pai do bebê, de 22 anos (que perdeu os dentes da frente), e a avó, de 34, foram levados para o Hospital São Lucas e também estão no PS. Nenhum deles corre risco de morte. O motorista do coletivo teve ferimentos leves, mas já está em casa.

Adelina Pereira da Silva, 30, é vizinha das vítimas. Ela é uma das pessoas que teve a casa interditada, e precisou ir para a residência de concunhado com os três filhos, em Cariacica. Contou que ouviu o barulho, correu para ver o que era e se deparou com as casas destruídas e os feridos sendo retirados.

“Foi difícil, inacreditável e desesperador ouvir o barulho! Não tem nem o que falar, é muito difícil sabendo que tinha criança lá dentro. Vou ficar na casa de parentes até o momento de libertação da casa”, contou.

O ônibus do sistema Transcol, que faz a linha 795 (Alice Coutinho x Terminal de Itacibá) caiu de uma ribanceira e atingiu as residências na noite da última quarta-feira (19). No momento do acidente, somente motorista e cobrador estavam no veículo. Eles faziam uma manobra no ponto final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *