sambão do povo

Faltando pouco mais de uma semana para o Carnaval de Vitória, o Sambão do Povo ainda passa por obras. A expectativa, segundo a equipe que trabalha no local, é de que os trabalhos sejam finalizados na próxima quarta-feira (31).

Segundo o encarregado de reparos, Dierli Coelho de Souza, da DCS Eventos, 95% dos reparos já foram concluídos. “A obra está em fase de acabamento, o bruto mesmo já está pronto, falta um fechamento aqui e ali… os arames das grades e algumas escadas só devem ser entregues mesmo na semana do evento”, explica.

Além das obras para a liberação dos desfiles, na concentração do Sambão, os carros alegóricos também já estão sendo montados pelas agremiações.

O encarregado Raimundo Nonato, da Eco Eventos, empresa que monitora a obra, informou à reportagem que, embora as obras estejam adiantadas, nenhuma vistoria foi realizada pelo Corpo de Bombeiros. A corporação informou, por nota, que a vistoria neste ano ocorrerá, como é tradicional, na véspera e antevéspera do evento.

A reportagem tentou contato com o presidente da Liesge, Rogério Sarmento, para comentar o assunto, mas a alegação era de que ele estava em reunião e não poderia falar.

Ensaios e vendas de ingressos

Mesmo com as obras em andamento, os ensaios técnicos das escolas de samba acontecem normalmente. Os ensaios são gratuitos e nesta quarta-feira (24) começam às 20h30, com a escola Andaraí e a Mocidade Unida da Glória (Mug) às 21h30.

E quem deseja acompanhar os desfiles, ainda dá tempo! Os ingressos das arquibancadas já estão disponíveis e podem ser comprados nas casas lotéricas, nos valores: R$ 40 (inteira) para sábado e R$ 70 (inteira) para sábado.

Liesge vence licitação

Como já era esperado, a Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge), segue coordenando a organização do desfile das escolas de samba da Grande Vitória. O evento, que acontece de 1 a 3 de fevereiro no Sambão do Povo, já está sendo montado e comercializado desde outubro do anos passado, sob os cuidados da própria Liesge. Mas a definição aconteceu na noite da última terça-feira (23), na prefeitura de Vitória.

Também concorria ao comando do evento a Liga Espírito-Santense das Escolas de Samba (Lieses), que segundo a comissão avaliadora da PMV, não apresentou os documentos pedidos no edital para estar apta. Com isso, a Liesge assinará convênio com a administração municipal, que dá suporte ao desfila, organizando trânsito, solicitação de segurança, autorização para vendedores ambulantes e demais atividades no entorno da área do evento.

Com a decisão, a Liesge também deverá ser a responsável pela distribuição e investimento nas escolas e estrutura do desfile. O Governo do Espírito Santo deverá repassar, por meio de convênio com a Liga, R$ 550 mil, enquanto a prefeitura de Vitória algo em torno de R$1,5 milhão. Os valores são investidos nas escolas, que preparam grandes apresentações, estrutura das arquibancadas, som, iluminação e toda estrutura de segurança patrimonial do Sambão do Povo.

Texto e imagem: Sthefany Duhz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *