Após a apuração de 100% das urnas, os candidatos Mauro Carlesse (PHS) e Vicentinho Alves (PR) ficaram com 30,31% e 22,22% dos votos válidos, respectivamente, e disputarão o segundo turno das eleições suplementares para o governo de Tocantins.

Carlesse é deputado estadual e assumiu interinamente o governo do Estado após a cassação do ex-governador Marcello Miranda (MDB). Vicentinho é senador e está no último ano do seu mandato no Congresso.

O segundo turno será no dia 24 de junho, e a posse está marcada para o dia 9 de julho. Quem vencer ficará no cargo até por apenas seis meses, até o dia 31 de dezembro. Novas eleições para governador ocorrerão normalmente em outubro.

A disputa do primeiro turno em Tocantins também teve os candidatos: Carlos Amastha (PSB), com 21,41%; Kátia Abreu (PDT), 15,66%; Marlón Reis (Rede Sustentabilidade), 9,91%; Marcos de Souza (PRTB), 0,49%; e Mario Lucio Avelar (PSOL), que não teve os votos registrados porque sua candidatura estava pendente de análise do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

As eleições deste domingo em Tocantins tiveram 711.194 votos totais, sendo que 574.680 foram votos válidos (80,80%), 121.854 foram nulos (17,13%) e 14.660 foram brancos (2,06%), de acordo com informações do TRE.

Circe Bonatelli e André Ítalo Rocha
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *