A emissora de TV estatal da Turquia, TRT, levou ao ar neste domingo um discurso de campanha do candidato preso Selahattin Demirtas, um ano antes das eleições parlamentares e presidenciais antecipadas para 24 de junho.

Na gravação, o postulante pelo Partido Democrático dos Povos (HDP, na sigla em turco), favorável à causa dos curdos, pediu a eleitores que evitem a continuidade do “regime de um homem só” do atual presidente do país, Recep Tayyip Erdogan. Da prisão, ele classificou o ambiente sociopolítico em Ancara como um “aperitivo” e advertiu sobre como “a parte realmente amedrontadora do filme ainda não começou”.

A TRT gravou o discurso de campanha de 10 minutos de uma prisão no oeste da Turquia, onde Demirtas está detido sob acusações de suposta prática de terrorismo. Como não foi condenado por nenhum crime, não há qualquer impedimento legal a que o candidato do HDP participe do processo eleitoral.

Membro do Parlamento turco, o advogado de direitos humanos de 45 anos afirma que foi detido “ilegalmente” há 20 meses por ser temido pelo governo de Erdogan. (Associated Press)

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *