Lula será julgado pelo TRF4, em Porto Alegre
Lula será julgado pelo TRF4, em Porto Alegre

O Movimento Vem Pra Rua promete realizar ato em Vitória, e em outras 12 cidades brasileiras, no próximo dia 23, véspera do julgamento do ex-presidente Lula no TRF4.

O ato está previsto para ocorrer na avenida Marechal Mascarenhas de Moraes (Beira Mar), em frente à sede da Justiça Federal, às 18 horas.

Em comunicado, nesta quinta-feira (11), o movimento diz que “o TRF-4 terá a oportunidade de confirmar a decisão do juiz Sérgio Moro ao condenar em segunda instância o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esse será o maior símbolo do fim da impunidade no Brasil, atestando que a Justiça no país, de fato, funciona igualmente para todos, independentemente de cargo, influência, poder ou dinheiro”.

Veja a lista de cidades que participarão do Ato:

Foto: Divulgação / Movimento Vem Pra Rua
Foto: Divulgação / Movimento Vem Pra Rua

O julgamento

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a sentença do juiz federal Sérgio Moro no caso do triplex do Condomínio Solaris, localizado no Guarujá (SP). Em julho deste ano, Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

O processo foi incluído na pauta da 8ª Turma do tribunal, responsável pelos recursos da Operação Lava Jato na segunda instância da Justiça Federal. O relator da apelação é o desembargador João Pedro Gebran Neto. O colegiado também é composto pelos desembargadores Leandro Paulsen e Victor Laus.

Em outubro, o Ministério Público Federal (MPF) pediu o aumento da pena do ex-presidente. A acusação sustenta que Lula deve responder separadamente a cada acusação de corrupção que consta na sentença de Moro.

Na sentença proferida em julho, Moro entendeu que as reformas executadas no apartamento pela empresa OAS provam que o imóvel era destinado ao ex-presidente. Além disso, Moro entendeu que os recursos usados pela empreiteira foram desviados da estatal.

Na apelação, a defesa de Lula sustenta que a análise de Moro foi “parcial e facciosa” e “descoberta de qualquer elemento probatório idôneo”. O magistrado teria falhado ao estabelecer a pena com base apenas na “narrativa isolada” do ex-presidente da Construtora OAS José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, sobre “um fantasioso caixa geral de propinas” e a suposta aquisição e reforma do imóvel.

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, diz que “até agora existia uma discussão sobre uma condenação imposta ao ex-presidente Lula em primeira instância sem qualquer prova de sua culpa e desprezando as provas que fizemos da sua inocência. Agora temos que debater o caso também sob a perspectiva de violação da isonomia de tratamento, que é uma garantia fundamental de qualquer cidadão.

Esperamos que a explicação para essa tramitação recorde seja a facilidade de constatar a nulidade do processo e a inocência de Lula”.
(Com informações da Agência Brasil)

Cometários

  1. Saímos da indignação em meados de 2013, e fomos nos anos de 2014,15,16,17 para o efetivo combate da maior CORRUPÇÃO SISTÊMICA (considerada por alguns como a maior do PLANETA) juntamente com respeitáveis entidades e agentes públicos, integrantes da FORÇA TAREFA OPERAÇÃO LAVA JATO. A sociedade cível e organizada, quer um BASTA DA IMPUNIDADE, IMORALIDADE, PROPINOCRACIA e da CORRUPÇÃO. O ano de 2018, ESPERAMOS QUE SEJA UM ANO RENOVADOR. BASTA DE ORCRIM! BASTA DE PARLAMENTO, PARTIDOS CORRUPTOS, QUEREMOS UM BRASIL MAIOR E MELHOR! É POR ISSO, QUE LUTAMOS E NÃO VAMOS DESISTIR, EM PROL DAS GERAÇÕES FUTURAS. AVANTE BRASIL.

  2. Brasileiros(as)
    Olá,Reflitamos!
    Em meados do ano de 2013, via uma forte indignação popular para com a má gestão pública: aumento das passagens dos meios de transportes públicos, os altos gastos com obras irrelevantes, seguidas dos males da propinocracia e corrupção nas suas licitações, saímos às ruas! Já nos anos seguintes de 2014,15,16,17, partimos para o efetivo COMBATE. A sociedade civil, acompanhada de algumas respeitáveis entidades públicas e seus nobres agentes, integrantes FORÇA TAREFA OPERAÇÃO LAVA JATO, alcançamos avanços IRREFUTÁVEIS, é graças a isso, temos hoje, um raio-x da maior corrupção sistêmica no nosso Brasil. Agora em 2018, iniciamos com grande expectativa de um importante acontecimento, podendo este, vir à ser um DIVISOR DE ÁGUAS, contra esta CRIMINOSA E COVARDE CORRUPÇÃO e principalmente o FIM DA IMPUNIDADE dos ditos, inabaláveis poderosos. Trata-se do julgamento em segunda instância, de um EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA, que até o momento, é réu em 7 processos. Acontecerá o julgamento do processo do caso TRIPLEX (propina, corrupção x Petrobras), marcado para acontecer no próximo dia 24.01.2018, no Tribunal Regional Federal da 4a Região em Porto Alegre. Diante disso, a população brasileira, VAI EM DEFESA E ROGA JUSTIÇA NO NOSSO PAÍS, BASTA! QUEREMOS UM PAÍS MAIOR e mto MELHOR, e do tamanho dos sonhos. Por isso, voltaremos às ruas. LEMBRE-SE QUEM FAZ A # É VOCÊ, NÓS! XÔ CORRUPTOS DE QUAISQUER PARTIDOS! NOSSO PARTIDO SE CHAMA BRASIL! E VAMOS DAR EM 2018 UM TCHAU QUERIDOS! REELEICÃO NÃO!

  3. Está manifestação é fundamental!!! Temos o dever moral de apoiar os desembargadores que irão julgar o recurso do Lula, eles estão sofrendo muita pressão!!! Tenho certeza que os capixabas não vão se omitir em um momento tão importante como este, estaremos todos no dia 23/01, às 18 horas, na frente da Justiça Federal na Avenida Beira Mar!!! Levem às suas bandeiras do Brasil!!!

  4. Sinceramente digo, à todos aqueles (as) digníssimos (as) brasileiros (as), que estão determinados desde meados do ano de 2014, em acabar com esse sistema CORRUPTO vigente no nosso País, que contaminou todos os 3 poderes, níveis, partidos, instituições públicas e financeiras do Brasil. Não adianta, tapar o sol com a peneira, isso é fato. GRAÇAS à LAVA JATO é muitos agentes públicos, que agem dentro dos princípios constitucionais (Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência – LIMPE) e à nós ‍‍‍ que fomos às ruas pela INDIGNAÇÃO, COMBATE e AGORA pela RENOVAÇÃO.
    Então, dia 23.01.2018 temos o dever cívico de participar do ATO EM DEFESA DA JUSTIÇA FEDERAL, precisamos dar um BASTA NA IMPUNIDADE ! Esse sistema CORRUPTO, já matou e arruinou mtos. Estamos falando de uma CORRUPÇÃO, SISTÊMICA, EPIDÊMICA, COVARDE e CRIMINOSA para com a sociedade brasileira.
    Vamos capixabas, doar um pouquinho do nosso tempo nesse relevante ATO do dia 23.01.2018, é o mínimo que podemos fazer agora.
    Contamos com VOCÊ!
    VEM PRA RUA , VEM!

    https://www.facebook.com/events/1668824633160758/?ti=cl

Deixe uma resposta para André Faneli Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *